segunda-feira, 24 de junho de 2013

Pesquisas (Tout va très bien, Madame la Marquise)

Fernando Batalha
O jornalista Ricardo Noblat, em sua coluna de hoje (24/6) em O GLOBO: OS GOVERNANTES MODERNOS NÃO DÃO UM PASSO IMPORTANTE SEM CONSULTAR A OPINIÃO POPULAR POR MEIO DE PESQUISAS. É ASSIM COM DILMA, COMO FOI ANTES COM LULA E FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. ESPANTA QUE, MUNIDO DE TANTAS PESQUISAS, O STAFF DELA TENHA SIDO INCAPAZ DE PREVER QUE UM GIGANTESCO TSUNAMI ESTAVA A CAMINHO.

Isto dito por um jornalista de importante órgão de comunicação é lamentável. Não saber (ou fazer que não sabe...) que os institutos de pesquisa divulgados pela mídia (IBOPE, DATA FOLHA, CNT-SENSUS e VOX POPULI) são conhecidos popularmente como Institutos Chapa Branca pois criam cenários falsos, sempre a favor do governo é imperdoável em um jornalista com uma coluna de opinião em um jornal de grande tiragem. Pouco menos de um semana antes o IBOPE divulgou uma pesquisa, logo em seguida confirmada pelo Datafolha, alertando para o que seria uma pequena queda nas avaliações do governo, que, mesmo assim, continuava amplamente favorável, com Dilma gozando ainda de grande popularidade e com seu governo sendo aceito pela maioria do povo brasileiro. Pesquisa com toda certeza manipulada. E essas pesquisas é que faziam Dilma acreditar, no papel panglossiano que desempenha muito bem, que, no Brasil, VAI TUDO PELO MELHOR, NO MELHOR DOS MUNDOS.

A aversão de Dilma pela realidade, sem o conhecimento da qual, como o jornalista disse, com muita propriedade, é impossível governar, faz com que ela persista no erro, que poderá ser-lhe fatal politicamente: na reunião que fez para preparar seu pronunciamento (por isso mesmo totalmente fora da realidade) faltou o principal assessor, face ao tema da reunião: o chefe da ABIN. Mas, mesmo que ele lá estivesse, talvez não dissesse nada de novo pois ao que tudo indica a única fonte da  ABIN parece ser os Institutos Chapa Branca.

A voz das ruas indica forte aversão aos poderes da República, principalmente Executivo e Legislativo. Uma leitura errada dos protestos somente servirá para agravar a situação e fazer com que o país entre em uma guerra civil, de consequências imprevisíveis. Por isso, espero que Noblat seja mais objetivo em seus comentários uma vez que é um importante formador de opinião (a do povo já está consolidada, refiro-me ao chamamento à razão dos políticos e governantes).
Fernando Batalha, 24-06-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-