sábado, 18 de abril de 2015

‘Nós’ e ‘Eles’ ...

Valdemar Habitzreuter
O país enfrenta uma das mais graves crises de identidade. Os líderes políticos estão cavando um fosso que separa a sociedade em duas fatias. É isso, os brasileiros estão divididos entre nós e eles. Os nós (agora substantivo plural de nó), que deveriam atar os brasileiros num uníssono de fraternidade e ajuda mútua, se desataram e, agora, nós brasileiros nos sentimos desunidos. Houve uma ruptura graças, ou melhor, por conta de uma desgraça chamada PT.

O PT e seus simpatizantes se autodominam ‘nós’, com referência à política socialista, que querem sustentar a todo custo, como se tivessem a poção mágica para todas as misérias que grassam pelo país. Mas temos a constatação de que, com o PT, mergulhamos no inferno astral de uma economia em bagaço e de uma falta de ética política que dá dó.

‘Do outro lado, ‘eles’ – os que se sentem desconfortados pelas diretrizes políticas petistas -, também não têm por ora uma autenticidade e confiabilidade política, fazem oposição por pura oposição pela má gerência e situação caótica que está acontecendo no país com o petismo; e não se conformam de serem acusados pelo PT de irresponsáveis por falta de políticas com ênfase na área social contemplando os mais necessitados; querem também o poder a todo custo e provar que podem fazer muito mais e melhor.

‘Nós’ de um lado e ‘eles’ - as ‘zelites’ - de outro, assim a sociedade brasileira vai penando, dividida, numa trajetória cujo rumo se desenha tortuoso e não sabemos para onde vai dar. A continuar assim, o Brasil perderá o trem do progresso e o povo estará lançado a sua própria sorte, digladiando-se entre ‘nós’ e ‘eles’. Descarta-se uma guerra civil, pois o brasileiro não tem índole para isso, mas os ânimos estão acirrados...

O que fazer? Só há uma solução: mudar completamente o modelo político que aí está. Este modelo vigente dá prerrogativas demasiadas aos políticos e os protege de seus erros e mau exercício em cargos públicos. Não se governa para o povo. O único objetivo do político é o poder e, na maioria das vezes, o enriquecimento ilícito.

E sem dúvida, a reeleição no Brasil é um empecilho para uma política honesta e eficaz. O político, quando num cargo executivo, pratica mil e uma tramoia em seu primeiro mandato para conseguir um segundo. Esta evidência tivemos recentemente com a reeleição de Dilma.

Mas, quem vai promover esta reforma política se isto cabe aos próprios políticos fazer? Eles vão querer abdicar de suas mordomias? É aí que está o busílis da questão. Quando surgirá um líder político vocacionado para isso?

Tudo que o povo quer é uma sociedade pacífica e não uma sociedade dividida entre nós e eles; quer uma brasilidade genuína, sem rivalidades, onde todos trabalham para alcançar o mesmo objetivo: o progresso de nossa nação e consequentemente o bem-estar de todos. Para isso devemos ter partidos direcionados ao exercício de uma verdadeira política e não politicagem de políticos que não estão nem aí para os anseios do povo.

REFORMA POLÍTICA JÁ!... 

Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 18-4-2015

2 comentários:

  1. APELO ÀS FFAA
    INTERVENÇÃO MILITAR JÁ!!!
    A nacionalidade brasileira está precisando de patriotas, isto porque o poder federal está corrompido e sendo integrado por bandidos comuns que conseguiram chegar ao Poder. O executivo corruptor (Dilma e ministros) corrompe o legislativo (deputados federais e senadores) com dinheiro público, da Petrobrás, BNDES, caixas previdenciárias de estatais e de empresas federais de economia mista, etc.
    No judiciário, leia-se stf (letras minúsculas de propósito) conseguiram fazer o Ministro Joaquim Barbosa aposentar-se (sabe-se lá qual foi o tipo de pressão que ele recebeu!!!), e a Dilma e o PT conseguiram colocar no stf vários advogados do PT e defensores de sua ideologia socialista bolivariana. Óbvio que com a composição atual, mais o advogado que fez propagandas públicas no Paraná pela presidenta (o mais novo indicado), não haverá condenação dos parlamentares corrompidos. Aliás, facilitar-se-á a chegada dos processos da 1ª instância ao stf para absolver ou aplicar penas insignificantes também aos não parlamentares.
    Ademais, no stf onde se julgará deputados federais e senadores parece mais um escritório de advocacia do PT, como vimos no mensalão: os min. Ricardo Lewandowski e Toffoli assumiram a defesa dos bandidos. Mas há outros que julgaram no sentido de que no mensalão não houve formação de quadrilha. Lembram? Pois bem, há necessidade de uma depuração no stf.
    O PT quer de forma sub-reptícia implantar no Brasil a ditadura socialista bolivariana, e aqueles que não aceitam são chamados de conservadores.
    De mais a mais, a Dilma e o PT, até o momento, não instituíram as “Comunas” e a Regulação da Mídia por encontrar dificuldades no Congresso.
    Na manifestação do dia 12 de abril de 2015 perceberam-se milhares de pessoas portando cartazes e o aumento vertiginoso de placas, banner, cartazes, com o pedido “INTERVENÇÃO MILITAR JÁ!!!
    Pois bem, a nação já demonstrou estar precisando dos militares para extirpar a corrupção que o PT implantou nos três poderes da república, para tentar o reembolso do dinheiro gasto em obras, não autorizadas pelo Congresso, em Cuba, Venezuela, Argentina, Bolívia.
    O povo precisa das FFAA, de todos os seus integrantes: do mais alto escalão até o soldado que está apenas cumprindo o serviço militar. Porem, apesar dos meus poucos conhecimentos a respeito, entendo que o povo (através dos grupos Fora Dilma, Fora PT), o empresariado, inclusive os industriais, os da agropecuária, banqueiros, etc. (através dos Sindicatos, Federações e Confederações) devem se aproximar das Forças Armadas para possibilitar a governabilidade do país num regime militar. Sem isso os militares ficarão aguardando.
    A nação brasileira precisa em especial dos Coronéis e Sargentos.
    Os militares aposentados e os da reserva podem ajudar, fazendo contatos através dos Clubes e Círculos Militares em todo o país, no sentido de buscar essa aproximação, inclusive com intelectuais, Partidos, Sindicatos obreiros, etc. que não compactuam com o atual estado de coisas.
    Acrescento a nação brasileira precisa das Forças Armadas nesse momento delicado da nacionalidade, inclusive para que haja o estancamento da saída de dinheiro dos impostos, do suor do labor dos brasileiros, para as nações socialistas bolivarianas.
    Termino sugerindo o acesso ao “site” do Congresso do PT onde consta, por exemplo: Plataforma de Reformas e Reivindicações na luta pela constituinte (fl. 13) alínea “j” “confisco dos bens de corruptos e corruptores”. É hilário e cômico, pois o chamado 9 dedos em 2006 já tinha de patrimônio a bagatela de 2 (dois) bilhões de dólares (US$), segundo a revista Forbes, quando é certo que antes de ser eleito o cabra nunca trabalhou, vivia às custas do PT e da CUT.
    Ah, outra coisa que chama a atenção no prospecto do Congresso, entre outras, é: alínea “f estatizar a Globo...” (vide Abaixo a Política de austeridade, item “7”). Ora, se o PT propõe em Congresso estatizar a Globo fará o mesmo nos outros órgãos de imprensa de grande porte.
    Temos que persistir: voltar para as ruas o mais breve possível.
    ANTONIO AUGUSTO.

    ResponderExcluir
  2. Sueli Bessa Guerra20 de abril de 2015 17:00

    Preocupante isso.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-