quarta-feira, 29 de abril de 2015

Voo da alegria


Voa, voa, alegria!
Bata as asas com valentia,
E nos corações dos velhinhos
Pouse e encontre teu ninho.

Não é em vão que te chamas sorriso.
Todos te abraçam de regozijo,
Se enlaçam radiantes de felicidade,
És a rainha de pura docilidade.

A tristeza não tem asas
Enchafurda em cova rasa
Manduca o lodo da infelicidade
Sem respeito com a felicidade

Bem-vinda, pois, alegria
Que de tão longe de Brasília
Voando trouxeste a boa nova

Os homens de toga de lá
Decretaram num uníssono já:
Justiça!... A esperança se renova.

AVANTE, VELHINHOS E VELHINHAS DO AERUS!

Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 29-4-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-