quarta-feira, 9 de setembro de 2015

O Lulla "não bate prego sem estopa".

Quando ele falou no "comandante Stédile para botar o MST na rua" ele sabia o que estava "bostejando". Veja a notícia a seguir:

Burocracia ou Política
Merval Pereira, no Globo de hoje.

"Mesmo que, como tudo indica, resolva-se burocraticamente a polêmica do decreto assinado pela presidente Dilma transferindo para o Ministério da Defesa poderes dos comandantes militares, restará uma questão política delicada: porque a secretária-geral do ministério, a PETISTA DE RAIZ Eva Maria Chiavon, decidiu dar vida ao decreto quando o ministro Jaques Wagner (PT) estava em viagem à China, e sem consultar o ministro interino, o Comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, que aparece no Diário Oficial como tendo assinado o decreto, mas garante que nunca o fez?

Acontece que Eva Maria Chiavon é casada com Francisco Dalchiavon, o principal executivo DO MST (!), número 2 de João Stédile (o GENERAL DO LULLA), encarregado de negociar a produção das cooperativas, e essa ligação está fazendo com que parte dos militares desconfie que o objetivo do decreto não era transferir tarefas burocráticas para o Ministério da Defesa, mas, sim, interferir na formação dos oficiais das três Armas. (...)

O poder político que o ministro da Defesa acumularia seria enorme, pois hoje cada comandante de Força atua em seu determinado campo. Quando o decreto começou a circular nos meios militares, atribuiu-se a essa concentração de poderes a sua intenção, mas, ao identificar que o ensino e a formação dos militares poderiam ser enfeixados nas mãos do ministro da Defesa (DO PT), começou a paranoia de que a esquerda petista estaria tentando avançar sobre a formação de oficiais.

Os militares receberam a informação com ‘surpresa’ e estão buscando uma forma de reverter o decreto. Pode ter sido apenas mais uma trapalhada do governo, sem maiores objetivos escondidos. MAS PODE TAMBÉM SER UMA TENTATIVA DE APARELHAMENTO DO ENSINO NAS ESCOLAS E CENTROS DE FORMAÇÃO MILITARES".

Olho neles! O preço da liberdade é a eterna vigilância!

Fora Lulla, Dillma, Stédile, Collor, Lobão, Renan, Sarney e O Foro de São Paulo!
Título e Comentários: Alberto José, 9-9-2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-