quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Corrupto e corruptor

Ilustração: Dino Alves

Francisco Batista Torres de Melo
Nos dias atuais só se fala nestas palavras. Isto me faz voltar no tempo em que eu era comandante da Polícia Militar de São Paulo.

Tinha havido um tiroteio numa das marginais de São Paulo. Quando cheguei ao local encontramos mortos, policiais e bandidos. Vi meu secretário afastado da cena dantesca e para lá me dirigi. Eu estava emocionado e com lágrimas nos olhos e ele também. Falou: “Torres, veja que só nós choramos. Os nossos companheiros estão indiferentes à morte. Estão habituados e já faz parte da rotina. Quando não choramos mais é sinal que devemos ir embora.”

No outro dia fui enterrar os meus subordinados. Ao abraçar uma das viúvas ela me disse: “agora o senhor veio trazer flores? Para quê? Por que não nos mandou antes?”
Recebi a revolta com todo respeito. Ela estava com a razão. Vivemos numa sociedade de loucos e egoístas.

Depois do enterro fui para uma reunião, não me recordo se de Lions ou Rotary, para proferir uma palestra valorizando o Policial. Mais de trezentas pessoas. Fiz um esforço gigantesco para conquistar o auditório. Minha alma chorava com a morte dos três militares.

Terminada a exposição fiquei aguardando as perguntas. Fui surpreendido com a primeira. Um senhor levanta-se e afirma: “coronel, sua polícia é corrupta. Por qualquer 50 cruzeiros, [não sei se era esta a moeda da época], eu compro o seu policial e ele não me multa.”

Respirei fundo. Fui ao outro mundo e voltei. Tinha que responder a altura da pergunta. Fui lá:
“O senhor tem toda razão. Talvez o meu policial precise dos 50 cruzeiros, até para alimentar sua família. Agora, é preciso que se saiba que o senhor é um corruptor. Como corruptor, não tem caráter e é um grande canalha”. Tocou um horror e o almoço terminou.

Pergunto: quem é pior? O corrupto ou o corruptor. Cada caso é um caso? Estamos vivendo a época do corrupto e do corruptor.

Seja um ou outro, é um homem abjeto, safado, sem caráter, relés, infame e que merece ser preso e aguardar o julgamento nas grades.

Defender corrupto ou corruptor, sendo autoridade, é ainda mais canalha, vil e sem moral. É um trapo humano. Uma pústula. Um depravado. Um biltre.

O CORRUPTO E O CORRUPTOR DESTROEM A SOCIEDADE. 
Título e Texto: Gen. de Div. Ref. Francisco Batista Torres de Melo, Coordenador do Grupo Guararapes, 28-10-2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-