segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Avril au Portugal

Flores, Massamá, 7 de março de 2015, foto: JP

A canção portuguesa que maior popularidade atingiu em toda a história.

A canção "Coimbra", composta por Raul Ferrão (autor da música, sendo a letra original de José Galhardo), é a canção portuguesa de maior divulgação internacional, existindo mais de 200 gravações, em versões vocais e instrumentais, representativas dos mais díspares géneros musicais, com ênfase para o jazz, música latina e seus derivados.

A génese de "Coimbra" foi, no entanto, muito difícil. Tinha sido composta, no final dos anos 30, por Raul Ferrão, engenheiro electrotécnico nos Pupilos do Exército que dedicava o resto do seu tempo à música, para o teatro de revista. Vasco Santana terá dito "É muito triste", e a canção ficou esquecida quase uma década, até ser integrada no filme "Capas Negras" (1947), de Armando Miranda.


Com letra de José Galhardo, Alberto Ribeiro, protagonista do filme e "coqueluche dos grandes tenores da época", interpreta-a pela primeira vez para Amália Rodrigues, que fazia a sua estreia no cinema. Mas não obteve um sucesso muito significativo. O grande sucesso do filme era “Não sei porque te foste embora” de Frederico Valério.



Amália sempre gostou de “Coimbra” e, passados anos, lembrou-se de integrá-la no seu repertório. A internacionalização do tema foi fomentada pela participação de Amália Rodrigues, em 1950, nos espectáculos do "Plano Marshall", o plano de "apoio" dos EUA à Europa do pós-guerra, em que colaboraram os mais importantes artistas de cada país.
Do blogue “Portugal no mundo

Foi interpretada por Louis Armstrong [abaixo], Amália Rodrigues, Caetano Veloso, Bing Crosby, Xavier Cugat, Jane Morgan, Eartha Kitt, Perez Prado & His Orchestra, Les Baxter & Orchestra, entre muitos outros.


Mais de 60 anos após a sua composição, Abril em Portugal é, quase de certeza, o tema composto por portugueses com maior número de versões, o que o transporta para um patamar de relevo único.
  
I found my April dream in Portugal with you
When we discovered romance, like we never knew.
My head was in the clouds, My heart went crazy too,
And madly I said: "I love you."

Too soon I heard you say:
"This dream is for a day"
That's Porugal and love in April!
And when the showers fell,
Those tears I know so well,
They told me it was spring fooling me.

I found my April dream in Portugal with you
When we discovered romance, like I never knew.
Then morning brought the rain,
And now my dream is through
But still my heart says "I love you."

This sad reality, To know it couldn't be,
That's Portugal and love in April!
The music and the wine convinced me you were mine,
But it was just the spring fooling me.

I found my April dream in Portugal with you
When we discovered romance, like I never knew.
Then morning brought the rain,
And now my dream is through
But still my heart says "I love you."

Avril au Portugal
Yvette Giraud
 
Je vais vous raconter
Ce qui m'est arrivé
Sous un ciel où l'été
S'attarde
Histoire d'amoureux
Voyage aventureux
Que pour les jours heureux
Je garde
Un grand navire à quai
La foule débarquait
Deux yeux sous des bouquets
Regardent
L'amour devait rôder
Puisqu'on s'est regardés
Et que mon cœur s'est mis à chanter...

Avril au Portugal,
A deux c'est idéal,
Là-bas si l'on est fou,
Le ciel l'est plus que vous,
Pour un sentimental
L'amour existe-t-il
Ailleurs qu'au Portugal
En Avril.

Le soir sous mes yeux clos
Glissant au fil de l'eau
Je vois par le hublot
La rive
Des voiles de couleur
De lourds parfums de fleurs
Des chants de bateleurs
M'arrivent...
Tout ça berce mon cœur
D'un rêve de bonheur
Dont les regrets ailleurs
Me suivent,
L'amour devait savoir
En nous suivant le soir
Que j'aimerais un jour la revoir...

Avril au Portugal,
A deux c'est idéal,
Là-bas si l'on est fou,
Le ciel l'est plus que vous,
Mais sans penser à mal
Son cœur attendra t-il
Que j'aille au Portugal,

En avril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-