sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Esta animação já ganhou dezenas de prémios. Merecidos

Uma curta-metragem de animação sobre um rapaz viciado em jogos de vídeo e um cão só com três patas já arrecadou mais de 50 prémios em festivais de cinema. Tão merecidos que vale mesmo a pena ver.


Uma pequena curta-metragem de animação, de pouco mais de quatro minutos e com o nome “The Present” (O Presente), já passou por mais de 180 festivais de cinema em todo o mundo, incluindo o festival de filmes de animação em Lisboa, MONSTRA. Pelo caminho ganhou mais de 50 prémios e está a tornar-se num fenómeno de popularidade.

Criado por um jovem licenciado, Jacob Frey, em colaboração com uma colega de Universidade, Anna Matacz, baseia-se numa produção cómica do brasileiro Fabio Coala, de nome “Bob”, de 2009 e que também atraiu muita atenção.

Mas no caso deste vídeo conta-se a história de um rapaz viciado em jogos de vídeo até que a mãe deixa uma caixa à sua frente tentando-o convencer a ir brincar para a rua. E depois pergunta “porque é que não paras de jogar e abres o presente que te deixei” retirando-se em seguida.

Relutante, o jovem abre o embrulho e sai de lá um cão. O problema é que o animal não tem uma pata, o que faz com que seja rejeitado pelo novo dono. A princípio a relação entre os dois complica-se, mas depois… O melhor é mesmo ver.
A curta-metragem está disponível no vimeo:


Título e Texto: Observador, 4-2-2016

Um comentário:

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-