segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

O adeus à ponte do Cinema

Paulo Jorge Pereira

Nasceu em 1932. Foi cenário de "Grease" e "Exterminador Implacável 2", mas vai ser demolida por causa dos sismos.

Ponte da Rua 6, Los Angeles, foto: Mark Ralston/AFP

O que há de comum entre "Grease", "Exterminador Implacável 2", "A Máscara", "Drive", o videcoclip da canção "Happy" ou o jogo de computador "Grand Theft Auto"? Todos eles têm, tal como o episódio inaugural da série "Fear the Walking Dead", parte da acção rodada na ponte da Rua 6, em Los Angeles, construída em 1932, mas cuja vida vai chegar ao fim em breve, pois desde terça-feira deixou de admitir a passagem de trânsito e, porque a sua estrutura está doente, irá dar lugar a uma moderna construção metálica, conforme conta o diário "El País".

A demolição vai prolongar-se durante nove meses e, no passado mês de Outubro, já se realizou um festival de despedida da icónica ponte que englobou actuações musicais de Aloe Blacc, Graciela Beltran, War ou Taboo. Porém, segundo refere a publicação espanhola, assim que se soube que a ponte ia ser encerrada, centenas de pessoas, incluindo carros de colecção dos anos 50, juntaram-se no local e cortaram o trânsito, levando mesmo à necessidade de intervenção policial.

Com 1.066 metros de comprimento, a ponte foi construída numa fase de expansão da cidade, transformando-se num dos símbolos mais conhecidos de Los Angeles. O problema é que, durante uma das análises periódicas, foi detectado um grave problema estrutural no betão, algo que, lembra o "El País", revela vulnerabilidade que não pode manter-se numa zona sísmica como é o sul da Califórnia. Com 70% de hipóteses de não resistir a um dos muitos terramotos mais fortes que se registam naquela área, a ponte ficou condenada em 2011 e, por decisão municipal, um plano de substituição foi colocado em marcha.

A nova ponte, orçada em 449 milhões de dólares vindos de fundos federais e estatais, só fica pronta em 2019. Resultado de um concurso público à escala internacional, o projecto ganhador é do HNTB e Michael Maltzan Architecture, incluindo 10 arcos iluminados durante a noite, pista para bicicletas e até um centro de arte.


Em conferência de imprensa, o líder municipal, Eric Garcetti, explicou que o início das obras vai implicar cortes ao trânsito na auto-estrada 101 entre os dias 5 e 7 do próximo mês de Fevereiro. A propósito do projecto, Gary Lee Moore, engenheiro-chefe local, foi questionado acerca da possibilidade de ser construída uma réplica. Resposta: "Se precisasse de reconstruir a sua casa ao fim de 85 anos iria fazê-la igual?" 
Título e Texto: Paulo Jorge Pereira, DiárioEconómico, 31-1-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-