quinta-feira, 28 de julho de 2016

A PREVIC representa contra o BNDES

Alberto José
A PREVIC (Superintendência Nacional de Previdência Complementar) fez uma representação junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), que mandou cobrar quase R$ 1 bilhão da FAPES, Fundação de Assistência e Previdência Social, que foi repassado irregularmente pelo banco.
 
Entrada do prédio do BNDES, no Rio. Foto: Mônica Imbuzeiro
Enquanto outros fundos têm os recursos desviados, a FAPES, entre 2009 e 2010 recebeu esse aporte bilionário, o que parece ser um crime de peculato, quando o funcionário tira proveito indevido em razão do cargo que ocupa.

A intervenção do TCU levantou a questão do nível de salários do banco, pois sendo uma entidade estatal os salários dos seus funcionários estão em patamar "sem paradigma em todo o mundo civilizado", e será objeto de apuração em auditoria por estar fora dos padrões de moralidade da Administração Pública Federal.

De fato, eles ganham muuuuuuitíssimo bem!
Título e Texto: Alberto José, 28-7-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-