sexta-feira, 29 de julho de 2016

Sempre há tempo

Nelson Teixeira
Há pessoas que estão sempre apressadas, preocupadas com o trabalho e com os afazeres do dia a dia. Nunca têm tempo para telefonar para um amigo, um familiar, fazer uma visita a alguém que não esteja bem de saúde. São pessoas que só pensam na vida material e esquecem-se da verdadeira razão de estarmos aqui, neste mundo.

É certo que temos obrigações a cumprir, trabalhos a fazer e temos também de cuidar da nossa subsistência e daqueles que dependem de nós. Mas não se deve deixar de lado a alegria e o prazer de estar com os amigos, parentes e, na medida do possível, doando um pouquinho do nosso tempo também àqueles desafortunados que vivem nos asilos, nos orfanatos, sem atenção, afeto e carinho.

Lembremo-nos de que todos nós dependemos uns dos outros. Ninguém vive sozinho. Fazemos parte de uma grande família universal e somos filhos de um único Pai. Pense se tem dado a devida atenção ao que realmente interessa.

Sempre há tempo para nos unirmos aos entes queridos e também àqueles que vivem na solidão, não por opção, mas pelas circunstâncias da vida. Pensemos nisso. 
Título e Texto: Nelson Teixeira, Gotas de Paz, 29-7-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-