terça-feira, 26 de julho de 2016

Site mostra trânsito em Lisboa em tempo real

Simone Carvalho

Vai ter de arranjar outra justificação para o atraso. O estado do trânsito em Lisboa já não é desculpa. A capital portuguesa foi uma das 25 cidades adicionadas ao portal TomTom City.


Passar horas a fio, dentro de um carro, no pára-arranca já não é uma inevitabilidade. Pelo menos nos 978 km de estradas cobertas, em Lisboa, pelo portal de trânsito TomTom City. Lançada em Abril deste ano em 25 cidades, esta plataforma engloba agora 50 cidades, entre as quais se encontra a capital portuguesa. Significa isto que, a partir de qualquer computador, “tablet” ou “smartphone” com ligação à Internet, os condutores podem agora saber, em tempo real e gratuitamente, qual o estado do trânsito em Lisboa.

O portal procura dar uma visualização rápida do tráfego com indicadores que mostram a velocidade média registada na cidade, comparando-a com a velocidade média quando não há congestionamentos. Paralelamente, um barómetro indica o congestionamento relativo em comparação com um período sem trânsito, sendo igualmente fornecido um resumo do número de estradas que estão fechadas, das áreas em construção e dos acidentes que perturbam naquele momento o fluxo do trânsito. “Toda a informação em tempo real no TomTom City é actualizada a cada minuto”, garante a empresa em comunicado.


O portal também identifica pontos de atraso, mostrando os principais congestionamentos, tendo por base os dados registados no último trimestre. Essa informação pode ser apresentada de diferentes formas: como uma síntese para todo o dia, separando as horas de ponta ou seleccionando num mapa um determinado ponto de congestionamento, o que permite obter os detalhes dos atrasos nesse segmento de estrada em específico.

Outra das funcionalidades do TomTom City é o relatório de problemas na estrada, uma nova ferramenta que confere às autoridades rodoviárias e a outros operadores profissionais, a possibilidade de, com apenas alguns cliques, reportar estradas fechadas, trabalhos nas vias, acidentes e outros problemas que afectam o tráfego na sua área, nesse momento, bem como situações previstas para o futuro.

Istambul tem sido a cidade mais “visitada” desde o lançamento do portal que, com o acréscimo de mais 25 cidades, passa a alargar o serviço a mais de 30 milhões de pessoas, desde Joanesburgo a Oslo ou Melbourne. Para o Head of Traffic da TomTom, Ralf-Peter Schäfer, este “é mais um passo em frente” para “ajudar a reduzir atrasos para todos os condutores e a construir o caminho para cidades mais inteligentes”. O responsável adianta ainda que o acesso a informações sobre o trânsito em tempo real requer “dados de cerca de 450 milhões de equipamentos a nível global”, antecipando que, “à medida que aumenta o número de veículos conectados na estrada nos próximos anos, com o surgimento da condução parcial ou altamente automatizada, o TomTom City vai oferecer novas formas de gerir a mobilidade na cidade”. 
Título, Imagens e Texto: Simone Carvalho, Observador, 26-7-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-