terça-feira, 30 de agosto de 2016

A dor da decepção

Nelson Teixeira
Infelizmente, ainda, a maioria de nós tem a mania de esperar demais dos outros. Muitas vezes confiamos cegamente em alguém, simplesmente porque se trata de um familiar, de alguém a quem muito amamos.

Só que nos esquecemos de que antes de alguém ser nosso parente próximo, um filho, um amigo, esse alguém é um ser humano como outro qualquer, com qualidades e também defeitos. Por termos laços afetivos com alguém, acreditamos que essa pessoa jamais nos causará decepção. Reside aí um grande engano.

Todos são passíveis de erros, por isso estamos aqui na Terra, ou seja, para aprendermos uns com os outros a desenvolvermos nossas virtudes, que ainda são pequenas sementes dentro de nós, tentando germinar, desabrochar. Sempre haverá um momento onde alguém muito querido nos causará alguma decepção, deixando de agir conforme nossas expectativas. Aí vem a dor e o sofrimento.

Temos que procurar entender que todos nós estamos no estágio de aprendizagem, e que não podemos cobrar tanto uns dos outros, pois cada qual tem o seu tempo para crescer e amadurecer.

Portanto, procuremos entender e não esperar a perfeição dos outros, principalmente daqueles que nos são caros, pois nós também erramos e muito. Sabe-se lá quantas vezes não decepcionamos alguém?

Siga amando e perdoando sempre. Tudo passa e o tempo é o remédio eficaz para amenizar todas as dores e até curá-las. Pense nisso! 
Título e Texto: Nelson Teixeira, Gotas de Paz, 30-8-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-