segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Escravidão na Venezuela é sinal de socialismo à perfeição

Luciano Henrique



Quando um hacker quer invadir a rede e consegue, sabemos que ele conseguiu o que queria. Quando um estuprador consegue invadir uma casa para estuprar sua proprietária, também sabemos que ele conseguiu o que queria. Da mesma forma, quando pessoas começam a ser escravizadas pelo governo, sabemos que os socialistas conseguiram o que queriam.

Conforme lemos no Terra, a Anistia Internacional (AI) declarou nesta quinta-feira “que o novo decreto imposto pelo governo da Venezuela, que determina que qualquer empregado pode ser obrigado a trabalhar em tarefas de agricultura como forma de combater a crise alimentícia no país, equivale a trabalho forçado.”

Infelizmente, a diretora da AI para as Américas, Erika Guevara-Rosas, usou narrativas apaziguadoras e condescendentes, como, por exemplo, dizer que “tentar abordar a severa falta de alimentos na Venezuela forçando o povo a trabalhar no campo é como tentar curar uma perna quebrada com um curativo”.

Erika agiu como criança ao imaginar que o ditador venezuelano “quer curar uma perna quebrada com um curativo”, quando unicamente quer, depois de ver a perna de alguém quebrada, tentar quebrar a outra. Bem, ao menos espero que ela tenha sido infantil. Pode muito bem estar de má fé.

Ela também afirmou que “o novo decreto é completamente inútil em termos de encontrar formas para que a Venezuela saia da crise em que ficou imersa por anos.” Mas quem disse para Erika que o decreto foi feito para “tirar a Venezuela da crise”? Na verdade, foi feito para comunicar ao povo “quem é que manda”. Nisto, o decreto foi extremamente útil para fins monstruosos.

É hora de pararmos com hipocrisias e discursos apaziguadores (que chegam a soar infantis neste momento). Qualquer pessoa que olhou de forma franca e honesta para o socialismo sabia que a Venezuela iria começar a escravizar pessoas em algum espaço de tempo. Já era possível prever isso em 2014. Eu já escrevi naquela época que não demoraria para eles conseguirem o que queriam, o que incluía a escravização de pessoas.

O que acontece na Venezuela é uma coisa e uma coisa apenas: o socialismo foi levado às suas últimas consequências. Por isso, seus tiranos estão sorrindo de orelha a orelha. Poder escravizar o povo é somente um dos benefícios esperados por estes tiranos.
Título, Imagem e Texto: Luciano Henrique, Ceticismo Político, 30-7-2016

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-