domingo, 4 de setembro de 2016

Desastre anunciado

Helena Matos
Dado o que se anuncia para o arrendamento e que na prática se traduz por inviabilizar o despejo dos inquilinos que não pagam as rendas proponho que o PS, o PCP e o BE transformem o seu património imobiliário em casas de habitação e as coloquem no mercado. A legislação que se lhes aplica é a mesma que aprovarem para os demais senhorios. Ou, melhor ainda, naquela parte em que prevêem que se deve “facilitar o encaminhamento dos moradores em iminência de despejo para um atendimento de proximidade que possa ajudar a encontrar alternativas” (presumindo-se que até que a alternativa apareça o senhorio continue a albergar os inquilinos faltosos,a pagar o IMI, o condomínio, o seguro…) o PS, o PCP e o BE albergam-nos. Certamente que o PS resolveria o seu problema de tesouraria, o PCP rentabilizava o patrimônio que tem pelo país todo e o BE que até conseguiu por bom preço um palacete no centro de Lisboa ia dedicar-se ao alojamento residencial numa zona em que toda a gente quer alugar a turistas.

O que não deixa de ser espantoso é que as medidas preconizadas pelo Governo e que vão destruir o mercado de arrendamento continuam a ser apresentadas pelos jornalistas como de defesa dos inquilinos. PS, BE e PCP acertam agulhas para salvaguardar inquilinos. Alojamento local também deverá sofrer nova regulação para beneficiar alojamento duradouro.

Vejam se entendem: enquanto quem não paga renda continuar sem poder ser despejado não há mercado. Se o Governo quiser, dê o dinheiro a quem não pode pagar a renda mas não imponha aos senhorios esse papel. Pura e simplesmente eles deixam de alugar as casas.
Título e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 4-9-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-