sábado, 3 de setembro de 2016

Europa: A substituição de uma população

Giulio Meotti  

Em uma geração a Europa ficará irreconhecível.

A Europa Oriental já apresenta "a maior perda de população da história moderna", a Alemanha ultrapassou o Japão e já conta com a menor taxa de natalidade do mundo.

A Europa, conforme vai envelhecendo, já não renova suas gerações e em seu lugar saúda o ingresso de um enorme contingente de migrantes provenientes do Oriente Médio, África e Ásia que irão substituir os europeus nativos e que trarão culturas com valores radicalmente diferentes em relação a sexo, ciência, poder político, cultura, economia e a relação entre Deus e o homem.

Sai o velho, entra o novo... A Europa, conforme vai envelhecendo, já não renova suas gerações e em seu lugar saúda o ingresso de um enorme contingente de migrantes provenientes do Oriente Médio, África e Ásia que irão substituir os europeus nativos e que trarão culturas com valores radicalmente diferentes em relação a sexo, ciência, poder político, cultura, economia e a relação entre Deus e o homem.
Mortes excedendo nascimentos podem parecer ficção científica, mas já são a realidade da Europa. Simplesmente aconteceu. No ano de 2015 houve 5,1 milhões de nascimentos na União Europeia, ao passo que 5,2 milhões de pessoas morreram, significando que a UE pela primeira vez na história moderna registrou um crescimento vegetativo negativo. Os dados foram divulgados pela Eurostat (departamento que cuida da estatística da União Europeia), responsável pelo recenseamento da população europeia desde 1961. Portanto é imbuída de caráter oficial. 

Relacionado: 

Um comentário:

  1. Na Franca, aumentou com o Giscard..que em conchavo com os grandes empresarios, fizeram vir da Africa do Norte, trabalhadores com mao de obra mais barata... tentando achatar o salario dos franceses. Depois, com a "modernizaçao".. as familias foram ficando menores. Nem precisava o regime chinês, pra impor menos natalidade. Os imigrantes fizeram vir seus familiares, esposas, primos, tataravos... e tdos.. com a ajuda do sistema de saude deles , que da Viagra pra octagenarios fazerem filhos com adolescentes...e assim devem ter feito os outros Paises... entao, estamos neste impasse. Nao vai pra frente pq as populaçoes estao menos educadas( nao da tempo pra estudar com o proselitismo)...e voltamos à idade média com os fanatico$$$$$... que amam à um so deu$$$$$... raios que os partam!

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-