domingo, 4 de setembro de 2016

Não se ofenda

Nelson Teixeira
Às vezes nos aborrecemos com palavras ou atitudes dos outros, principalmente quando partem de pessoas próximas a nós. Nesses momentos poderemos sentir mágoa e ressentimento. Porém, temos que considerar que todos têm defeitos e limitações. A grande maioria dos habitantes da Terra ainda é dominada pelos instintos e não pela razão. Agem com impulsividade, não medindo as consequências de seus atos. Digamos que todos estão em aprendizado ainda. Por isso não devemos nos envenenar com sentimentos de mágoa, rancor, raiva, ódio e tantos outros. Aprendamos a perdoar, pois essa atitude nos aliviará e nos tornará leves. Aquele que fere e ofende os outros demonstra desequilíbrio, e, portanto é um necessitado.

Agindo assim, chegará o dia em que não nos sentiremos ofendidos nem magoados, pois nada nos atingirá. Jesus, nosso Mestre nos deixou bem claro isso, quando pediu ao Pai que perdoasse os seus algozes, pois sabia que eles não tinham entendimento nem noção do que estavam fazendo.

Em qualquer situação lembremo-nos de Jesus e perguntemos à nossa consciência: Se fosse Jesus no meu lugar, o que Ele faria? Como agiria? Com certeza sua consciência lhe mostrará como deverá agir.

Assim, procure não se ofender e perdoe infinitamente, como Jesus nos ensinou há centenas de anos, pois o maior beneficiado será você mesmo, já que não carregará consigo o fardo pesado da amargura e da mágoa.

Aquele que ofende e fere o seu próximo é como alguém que semeia só espinhos. Chegará o dia da colheita e fatalmente colherá os espinhos que semeou. 
Título e Texto: Nelson Teixeira, Gotas de Paz, 4-9-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-