domingo, 18 de setembro de 2016

Nas grandes democracias, os partidos estão sempre acima dos políticos encrencados com a lei

Implicante

Não é o que acontece no Brasil.


Há duas características marcantes nas grandes democracias, quanto a seu sistema partidário: há poucos partidos grandes e eles estão SEMPRE acima dos políticos, especialmente aqueles enrolados com a lei, envolvidos em denúncias graves etc. Vale para EUA, Inglaterra, Alemanha, França, Japão etc.

Um político republicano ou democrata é denunciado na Justiça e a denúncia é acolhida? Há provas bastantes? Afastam na hora. Os partidos são instituições de mais de século e não os colocam em risco para proteger este ou aquele. Vale para conservadores e trabalhistas na Inglaterra, e assim por diante em todas as grandes democracias.

Aqui, não. O populismo está acima de tudo. O culto à pessoa prevalece em todas as legendas, umas mais do que outras e, claro, nenhuma acima do PT.

O Partido dos Trabalhadores é uma espécie de culto ao “messias” Lula. Desse modo, mesmo depois da denúncia apresentada na Lava Jato, e também depois daquela outra de obstrução de justiça, a atitude não é de condenar o líder encrencado. Aliás, é bem o contrário.

Chegaram ao ponto de orientar os candidatos para que leiam uma CARTA DE APOIO ao membro da legenda que está em maus lençóis com a justiça.

Isso é um retrato de quão deturpado é nosso sistema partidário, com dezenas e dezenas de legendas, todas elas sem qualquer tradição relevante e, mais ainda, com líderes acima de tudo.
Título, Imagem e Texto: Implicante, 18-9-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-