quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

[Aparecido rasga o verbo] Apresentação

O Jornalista Aparecido Raimundo De Souza "Rasgará o verbo" nesta coluna, como se tivesse com uma metralhadora giratória ao alcance das mãos. O próximo álvaro poderá ser a sua própria consciência. Se o prezado tem o rabo preso ou sofre da síndrome do político mal resolvido, fique fora. Passe longe.

Aparecido nasceu em Andirá, Paraná, aos 19 de março de 1953.  Aos 63 anos, é autor de 25 livros de crônicas no estilo Leon Eliachar e Fernando Sabino. Escreve como free sobre assuntos de televisão para o jornal "O DIA" e para as revistas  "QUEM" e "TEXTOS INTELIGENTES",  nesta última, ao lado de Luiz Fernando Veríssimo, Lya Luft e Marcelo Mirisola, entre outros.


Mora no Rio de Janeiro, na Lagoa Rodrigo de Freitas, embora garanta, de pés juntos, não ter parentesco com sapos e vermes afins. A partir de hoje, abrilhantará, com suas tiradas cheias de picardia "O cão que fuma".

Relacionados: 

Um comentário:

  1. Parabéns ao recém-chegado acadêmico , futuro articulista deste importante blogue . Nada como ler ( e quem sabe, ter a oportunidade de trocar ideias, debater, ponderar, concordar, discordar, aquiescer , ponderar) profundas e fortes crônicas ; que
    seja bem vindo !

    Grande abraço.

    Sidnei Oliveira

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-