sábado, 18 de fevereiro de 2017

A exultação dos asnos

Vitor Cunha
Diz-nos o Expresso que o governo vai mudar o currículo da escola. Começando com a afirmação “alterações profundas ao programa de Crato”, percebemos imediatamente de que se trata: ai foi um mauzão da “direita” quem deu primazia curricular à Língua Portuguesa e à Matemática? Então mude-se isso para a primazia do Adãoesilvismo.

A frase seguinte (“matemática e Português perderão horas para as ciências sociais”) é ainda mais engraçada: em primeiro lugar, pela omissão das aspas em “ciências” que antecedem o adjetivo “sociais” (ainda me hão de explicar quais são as ciências que não podem levar com o adjetivo “sociais”); em segundo, porque, o que realmente falta aos alunos proto-asnos é mais marxismo cultural.

Depois, a coisa continua a crescer, com “educação cívica regressa”. Presumo que seja aqui que se ensinará o civismo do aborto, uma abordagem válida de metacrítica a todo o sistema de ensino nacional. Por último, o resumo gratuito do Expresso refere que “consciência e domínio do corpo” está (estarão? — não sei se é uma ou duas entidades) “entre as dez novas competências pedidas ao aluno”. Pedidas? É para confirmar as suspeitas de muitos que a exigência está ausente do ensino?

Sem demora, deixo aos leitores espaço para especularem nos comentários sobre o significado de “consciência e domínio do corpo”. Estas são as minhas interpretações:


Título, Imagens e Texto: Vitor Cunha, Blasfémias, 18-2-2017

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-