quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

A latina que apoiou a candidatura de Donald Trump foi deportada?

É verdade que a colombiana Myriam Witcher, defensora e apoiadora da candidatura de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, foi deportada?

A notícia apareceu com força na web brasileira na primeira quinzena de fevereiro de 2017. De acordo com a manchete, Myriam Witcher – uma imigrante colombiana e residente nos Estados Unidos que ficou famosa depois de interromper um comício do então candidato à presidência dos EUA, Donald Trump, com gritos entusiasmados de “Trump, eu te amo!” – havia sido deportada!

Juntamente com a notícia, duas fotos mostrando a fã de Donald Trump em duas situações diferentes: Uma, em cima do palanque na frente de Trump e outra, chorando para o microfone de algum telejornal!

Será mesmo que a colombiana que apoiou Donald Trump acabou sendo deportada após a vitória do empresário republicano?



Verdade ou farsa? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-