terça-feira, 16 de maio de 2017

Aprus convida para audiência e manifestação

Thomaz Raposo

Srs. Associados e participantes AERUS,

Dia das mães, dia da maior sensibilidade para aqueles mais velhos que ao lembrarem-se da mãe, voltam a perceber que seu tempo está chegando não só pela idade como também ao constatar que não tendo ainda chegado o meio do ano e colegas e amigos, no meu caso em número de seis já partiram deste nosso mundo.

Mas a vida é exatamente isto, pois mais jovens não percebemos de fato o que está ocorrendo em nossa volta até pela falta de tempo, mas isto não é uma desculpa para o que está ocorrendo conosco, aposentados e pensionistas da nossa VARIG, que como podemos perceber pelas notícias de jornais, foi violentada em toda sua forma de ser pela sanha gananciosa dos assaltantes do nosso BRASIL, que não se importaram em acabar com uma empresa de aviação, que era considerada a segunda no âmbito mundial inclusive na sua forma de servir a uma boa parte da população brasileira até em suas “embaixadas” no exterior.

Escrevo desta forma para lembrar que mesmo mais velhos, devemos notar que no nosso peito bate um coração que ativa todo o nosso corpo, que não pode jamais continuar inerte a tudo que continuamos a perceber e vivenciar. Não podemos assim continuar apenas esperando, esperando que algo ocorra sem nada ser feito.

Temos ainda colegas que não tendo tido a oportunidade de se aposentar não chegaram nem a receber suas rescisões trabalhistasisto elaborado em uma vil manobra governamental, que foi permitida pelo Ministério do Trabalho”. Uma parte deste grupo fez uma brilhante manifestação na porta do escritório do “administrador judicial” aqui no Rio de Janeiro mostrando a todos a pouca vergonha existente no judiciário que participa da “recuperação judicial.

Assim para todos aqueles que ainda se preocupam em ler e sentir, informo que a APRUS estará no dia 26 de maio, às 14 horas, na ALERJ na audiência do Paulo Ramos e depois em frente ao escritório do Administrador Judicial, acompanhando nossos colegas e solicita àqueles que ainda se sentem com força em suas pernas que acompanhem este movimento para que um maior número de participantes lembrem que continuamos a existir e não concordamos com o que ocorre na primeira vara de recuperação judicial que não sabe o que faz há onze anos.
Thomaz Raposo, Diretor Presidente APRUS, 16-5-2017  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-