terça-feira, 9 de maio de 2017

Repórter italiana é atacada por imigrante durante transmissão ao vivo

Luciano Ayan 


A repórter italiana Francesca Parisella fazia transmissão ao vivo no programa Matrix (do Canal 5), em uma reportagem mostrando como a estação terminal de trens de Roma se transformou em acampamento. Inclusive com interesse genuíno e empatia, ela mostrava a péssima situação vivenciada por esses refugiados.

Mas eles não quiseram nem saber de empatia. Um deles partiu para a agressão contra a repórter. A transmissão foi imediatamente cortada, retornando logo em seguida com Francesca explicando: “Nós fomos atacados!”.

“O que você quer? Está maluco?”, ela questionou ao imigrante, antes de gritar. O apresentador do programa orientou Francesa e o cinegrafista a procurarem ajuda. Ambos só não foram agredidos por terem sido salvos por um motorista de táxi que passava no local, que os deixou entrar no carro e chamou a polícia.

O imigrante é um homem de 37 anos da Costa do Marfim, sem documentos e autorização de residir. As autoridades o haviam deportado em setembro do ano passado. Misteriosamente, ele seguia por lá.

Francesca depois declarou ter sorte de escapar sem ferimentos:


Nem todos terão a mesma sorte que Francesca. 
Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 9-5-2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-