sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Golpe do perfume faz vítimas no Rio de Janeiro

Bandidos se passam por vendedores de perfumes, mas o líquido que usam nos frascos é uma droga que adormece as vítimas, facilitando o roubo. A polícia do Rio trabalha para identificar a quadrilha que aplica este tipo de golpe.

Um comentário:

  1. Aparecido Raimundo de Souza12 de setembro de 2017 14:34

    A propósito do texto “GOLPE DO PERFUME FAZ VÍTIMAS NO RIO DE JANEIRO”, como se pode ver acima, publicado em 18 de agosto de 2017, temos a dizer o seguinte: essas bordoadas nos costados das pessoas, ou danos irreparáveis às suas cochiladas e bobeiras, nos remete imediatamente a outro tombo acontecido tempos atrás.

    A Fraude dos Filtros Mágicos. Havia uma dupla que vendia filtros miraculosos da conhecidíssima empresa Vanna Marchi&Co, por sinal, até hoje no mercado. Os tais filtros tinham uma série de finalidades, dentre elas, citamos a mais estapafúrdica, ou seja, a daqueles consumidores que bebessem da água passada pelos filtros extraordinários e prodigiosos da companhia seriam benfazejados pela “poção da juventude eterna”. Em resumo, jamais ficariam velhos gagás e superados.

    Essa fabulosa “ludibriação da Vanna Marchi&Co” corroborada agora pelo deslize do perfume, serviu de base ou de alento, para botarmos a boca no trombone e dizermos o seguinte: na verdade, neste país de merda, de corruptos e bandoleiros, as fraudes, os baques, os abusos, as falcatruas só mudam de nome, de forma, de contexto; todavia, a sistemática, o modus operandi, a logística, continua a mesma.

    A tal Vanna Marchi&Co chegou a ser condenada pela justiça, em 2006 num processo famoso que se arrastou por longo tempo, como, aliás, tudo nesse Brasil de safados e pilantras cria a incrível e sofisticadíssima forma da “elástica esticação”. Mesma via, essa espichação, ou distensão, se amodela ou se acomoda aos seres humanos de forma fantástica.

    Parece que os brasileiros, sem exceção, sofrem da incurável Síndrome do Elástico Irreversível, como o herói Ralph Dibny das eletrizantes histórias do Universo DC criado por John Broome.

    Aparecido Raimundo de Souza, 64 anos, jornalista.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-