terça-feira, 29 de agosto de 2017

Lógica petista mostra que militantes de Lula são cães de guarda de rico que ficam de fora da mansão

mrk

Uma tática utilizada por socialistas é dizer que um “pobre de direita” representa um sinal de alienação. Na verdade, isso nunca passou de chantagem emocional.

A ideia era intimidar pessoas pobres de direita a lutarem pelo socialismo, embora os socialistas sempre lutaram para trazer miséria aos pobres. Nivelar todos os pobres por baixo não é uma forma de respeitá-los. Veja a Venezuela.

Mas se o truque socialista é indevido, pode se aplicar à risca aos sicários do ex-presidente Lula.

Veja só:





Por esta lógica, é isso que as tropas mortadelas são: cachorros de rico que cuidam da mansão, mas ficam do lado de fora.

Patético.
Título, Imagens e Texto: mrk, Ceticismo Político, 29-8-2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-