domingo, 24 de setembro de 2017

Em evento do Conselho de Psicologia, professora sugere que capitalismo gera suicídios

Marcelo Faria

Em um evento oficial do Conselho Federal de Psicologia (CFP) – aquele que deseja censurar o tratamento psicológico para homossexuais e cujo presidente é apoiador do ditador socialista Nicolás Maduro – ocorrido na última quinta-feira (21) na sede do próprio CFP em Brasília, a argumentação de uma das “especialistas” convidadas chamou a atenção.


Em sua explicação sobre os motivos que levam ao suicídio, a Doutoranda em Psicologia pela Universidade Federal do Pernambuco (UFPE) e Professora de Psicologia do Centro Universitário Estácio em Recife, Vanessa Eletherio, utilizou uma argumentação marxista para afirmar que o “sistema sócio, econômico e político capitalista (…) que nós vivemos tem se intensificado de tal forma que potencializa o processo suicida”. De acordo com Vanessa, temos uma “potência do sistema capitalista que também contribui fortemente pro processo suicida”. Confira:


ILISP verificou a informação mencionada pela professora de psicologia. Cruzando os dados da Organização Mundial de Saúde sobre suicídios com o ranking de liberdade econômica da Heritage, é possível verificar que oito entre os dez países com maior taxa de suicídios por cada 100 mil habitantes no mundo estão entre os menos capitalistas, com dois países com maior liberdade econômica – Lituânia e Coreia do Sul – aparecendo somente na oitava e na décima posição no ranking:


Título e Texto: Marcelo Faria, ILISP, 23-9-2017

3 comentários:

  1. DADOS DE 2016
    1º – Índia (258.075 suicídios)
    2º – China (120.730)
    3º – Estados Unidos (43.361)
    4º – Rússia (31.997)
    5º – Japão (29.442)
    6º – Coreia do Sul (17.908)
    7º – Paquistão (13.377)
    8º – Brasil (11.821)
    9º – Alemanha (10.745)
    10º – Bangladesh (10.167)

    Agora a taxa por cada 100 mil habitantes não é anual.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-