domingo, 31 de dezembro de 2017

Flavio Ricco disse que jornalismo na TV ainda não tem atenção que merece. Ele está certo!

Luciano Ayan

O colunista do UOL Flavio Ricco não está satisfeito com o nível de atenção dado ao jornalismo na TV. Segundo Ricco, o jornalismo na TV ainda não tem a atenção que merece.

“De estarrecer que eles, os especializados ou que trabalham com a notícia, continuem sendo tão poucos, apenas GloboNews e BandNews, cada um dentro dos seus limites e possibilidades”, diz.

Ele prossegue: “Se considerarmos as inúmeras emissoras que integram qualquer pacote de TV paga e os tantos ananases que os compõem, iremos verificar que o investimento na área da informação, no todo, é quase nenhum. Percentualmente, baixo demais”.

Ele vê uma “luzinha no fim do túnel” com “o prometido canal de informação pela Simba”.

Bem, ele está certo ao dizer que o jornalismo na TV ainda não tem a atenção que merece, ou seja, nenhuma. O fato é que tem muita gente assistindo conteúdo que pode muito bem ser substituído por meios alternativos de informação.

Um exemplo é a jornalista Andrea Sadi [foto](citada na foto da matéria de Ricco) que quase todos os dias diz que “ouviu informações nos bastidores” a respeito de um determinado assunto. Como Trump bem lembrou, quando alguém diz que “ouviu informações de fonte não revelada” muito provavelmente está inventando a informação.


Andrea Sadi utiliza esse recurso sem parar. O nível de invenção de suas “notícias” ainda fica pendente de medição. Mas a mania por esse tipo de abordagem é notória.

É hora de abandonar o jornalismo da mainstream media de uma vez por todas. É irrecuperável. 
Título e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 30-12-2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-