segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Vamos falar desta revista?


Entramos no oitavo ano de existência deste blogue. Sim, nasceu em abril de 2010.
Entretanto, e ao longo do tempo, afirmou-se como revista virtual.

Não é blogue porque não é pessoal, não obedece a uma temática específica, não aborda um só assunto... nem é uma vitrine deste ou desse, disto ou daquilo.

É uma revista – virtual – porque aborda vários temas e publica diversos assuntos.

Queremos saber a SUA opinião, a SUA sugestão, crítica ou recomendação...

Qual a coluna que mais, ou menos, lhe satisfaz?
Qual o tema/assunto preferido?
De onde você acessa? Visita-nos de manhã, à tarde ou à noite?


Enfim, faça a SUA pergunta e divida conosco a SUA resposta. 

Muito obrigado!

Abraços e beijos de carinho./-
JP

14 comentários:

  1. Gostei desta indagação!
    Sou talvez um dos mais velhos frequentadores, e não me refiro à idade cronológica deste que escreve.
    Desde o Orkut, me faço presente, com pequenos períodos afastados.
    Já afirmei que gosto de aqui frequentar e ler tudo o que é escrito, comentando quando me convier e satisfizer.
    Evito apenas As charadas, por reconhecer minha dificuldade com as mesmas.
    Sinto-me mais a vontade nos assuntos referentes ao Aerus e a nossa causa.
    Destes pretendo entender um pouco, após tantos anos comentando e estudando, que me atrevo até a dar palpites.
    Acesso diariamente, iniciando enquanto tomo meu café, antes das tarefas do sitio, com uma pequena criação, voltando varias vezes ao dia, ou estendendo quando a insônia me visita.
    Em uma época prometi a mim mesmo não mais voltar, pois divirjo na orientação ideológica, que às vezes no meu entender, peca pelas definições de seus colunistas.
    Porém, o prazer de frequentar, e a opção de ignorar quando opinião diferenciada agride minhas filosofias ou meus conceitos, e tendo reconhecimento de não estar à altura de alguns debatedores me torno um fã desta revista.
    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não concordo com o que dizes/escreves, mas lutarei até à morte pelo teu direito de as dizer/escrever."

      Excluir
  2. Sou suspeito em avaliar... gosto muito!

    ResponderExcluir
  3. Você sabe qual é o recorde de acessos (num só dia) desta revista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais de meio milhão! 609 189 acessos no dia 29 de setembro de 2016.

      Excluir
  4. Saiba que admiro e invejo seus números com muito respeito.
    Detesto quando os afiliados resolvem colocar deus em quesitos humanos.
    Detesto quando afiliados escolhem semideuses para resolver problemas humanos.
    Sou repetitivo nas minhas filosofias e detesto ser repetitivo.
    Algumas opiniões me chocam quando em suas retóricas esbravejam união, quando apelam para que acordos sejam quebrados.
    Mas, estou presente.
    E minha presença, é mais importante para seu blogue, pelas polêmicas, do que meu próprio eu.
    Ás vezes fico pensando em prioridades, sempre se dará prioridade aos mais antigos, aos mais velhos.
    É mais fácil tirar dos velhos com mais de 65 anos, porque estão pela bola 7 para serem encaçapados nas caçapas de 7 palmos, do que ceder os lugares que ocupam nesse coletivo de agonias.
    Todos sofreram, mas há uma hierarquia a ser seguida.
    Somente porque sou velho, ninguém quer me ceder o assento.
    Muitos desses velhos tem como renda esse espólio maldito.
    Saí no PDV, eu tinha direito de ficar, para dar lugar a mais novos, para que pudessem sustentar suas famílias, agora seria o tempo da retribuição.
    Falam de solidariedade, fraternidade mas sem retribuir é apenas falsidade.
    Quando o assunto é monetário não existem ANJOS, somente os demônios e seus projetos de vida.
    Qual projeto pude dar a minha família, passando rigor por 10 anos?
    Sei que o assunto foi desviado, mas creio que em certas horas de "bon vivant" que há de se comer pão com sardinha.
    Belo blogue...
    fui...

    ResponderExcluir
  5. Falar de qualquer revista/blog é até muito fácil. Mas quando se trata falar do Cão que Fuma, a tarefa fica extremamente difícil! Querendo ser objetivo e não desejando me alongar para não ser tachado de puxa-saco, diria simplesmente que o Cão que Fuma é uma revista/blog versátil, heterogênea, diversificada, dando satisfação ao visitante navegá-la nas suas difusas postagens. Não tenho um horário definido para visitá-lo, tendo quase todos os meus artigos publicados, sendo que 97% deles são direcionados sempre para o eterno calvário dos aposentados, porque, sendo um aposentado, sinto-me tremendamente prejudicado, lutando para tentar algum resultado positivo no sistema previdenciário, o qual classifico imensamente injusto para essa classe tão fragilizada e indefesa, onde quase todos os cidadãos, renegam e excluem aposentados e pensionistas da nossa constituição!
    Um abraço.
    Almir Papalardo.

    ResponderExcluir
  6. C onsegue agradar a milhares
    A té mesmo aos descrentes
    O stenta time de porte

    Q uem tem tutano tá dentro
    U ngido pela liberdade
    E nvolvido pela transparência

    F omenta idéias úteis
    U m suporte de peso
    M ontado pelo big Jim
    A lcança bons corações.

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigado pelas vossas participações!
    Grande abraço./-

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Sou fã desta revista! Tudo que solicito, escrevo, comento ou opino, sou atendido! Desejo
    que tenha muitos anos mais, com o mesmo sucesso!

    Gostaria de destacar um dos Feitos do Blog. O Encontro Europeu de Ex-Funcionários da Varig, que em seu Terceiro Ano, com sucesso, já firmando-se como uma Tradição, Parabéns à Revista.
    Abraços,
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  9. Qual a coluna preferida? Qual a menos preferida? 😉

    ResponderExcluir
  10. Não tenho preferências.
    Gosto de opiniões e críticas.
    Não gosto de textos longos.
    Não gosto do QUIZ, porque procuram respostas no Google.
    GOSTO DOS DEBATES LÓGICOS.
    NÃO GOSTO DE SUPOSIÇÕES, BAJULAÇÃO E RELIGIÃO.
    Detesto aquela coluna do copiador que não dá créditos aos autores, gotas de paz.
    Enfim podem dizer que talvez não goste de mim mesmo.
    Ah, quase me esqueço DETESTO PUXA-SACOS,
    fui...


    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-