segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Revista Época tenta lacrar, mas chama Pabllo Vittar e as drag queens de “reis do carnaval”

Luciano Ayan

Poucos artistas hoje são mais significativos para o esquerdismo moderno do que Pabllo Vittar, que é usado como ícone da guerra de classes entre gays e héteros.

Claro que toda a rivalidade é puramente teatral, mas gera engajamento. No caso de Vittar, está gerando muita grana.

Nessa toada, a Revista Época – que adora o esquerdismo de tons globalistas – lançou a seguinte capa:


Epa, epa…
Isto é um ato falho.
Rodrigo Constantino comenta:

EM QUE PESE A TURMA DO PROJAQUISTÃO CONFUNDIR SUA BOLHA “PROGRESSISTA” COM O MUNDO, VALE NOTAR QUE O PESSOAL DA REVISTA COMEU MOSCA, DORMIU NO PONTO, COMETEU ATO FALHO:

REIS?! ENTÃO RECONHECEM QUE NÃO É “ELA”, MAS SIM ELE? ISSO VAI FAZER A REVISTA DA GLOBO PERDER UNS PONTOS NA MARCHA DAS “MINORIAS OPRIMIDAS”, SEM DÚVIDA…

PS: REI, PARA MIM, É ELVIS, PELÉ, ETC. ESSE AÍ É NO MÁXIMO UM BOBO DA CORTE…

Enfim, uma baita pisada na bola.
É um daqueles momentos divertidos em que os lacradores tentam capitalizar com um teatrinho e se dão mal.
Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 11-2-2018

Um comentário:

  1. O brasil não cresceu. É um menino bobo e idiota. E, por ser assim, gosta de merda. Pablo Vittar é uma merda da pior especie. Carina Bratt. Secretaria.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-