sábado, 21 de abril de 2018

[Língua Portuguesa] Controvérsia e Polêmica: qual a diferença?


Dicionário Houaiss:

Controvérsia:
substantivo feminino
1     discussão, disputa, polêmica referente a ação, proposta ou questão sobre a qual muitos divergem
Ex.: o novo imposto deu margem a muita c.
2     Derivação: por extensão de sentido.
contestação; impugnação

Polêmica:
n substantivo feminino
1     discussão, disputa em torno de questão que suscita muitas divergências; controvérsia
Ex.: essa observação do filósofo vai gerar uma p.
2     Derivação: sentido figurado.
debate de ideias
Ex.: está sempre escrevendo contra todo mundo, adora uma p.


Dicionário Caldas Aulete:

Controvérsia: 
(con.tro.vér.si:a)
sf.
1. Diferença de opiniões ou discussão quanto a uma ação, afirmação, teoria, proposta ou questão; POLÊMICA
2. P.ext. Ação de negar, contradizer ou de se opor a algo; CONTESTAÇÃO; IMPUGNAÇÃO
3. P.ext. Debate de ideias; POLÊMICA
[F.: Do lat. controversia, ae.]

Polêmica:
Parte superior do formulário
(po..mi.ca)
sf.
1. Divergência de opiniões que provoca debates a respeito de um assunto; CONTROVÉRSIA
[F.: Fem. substv. do adj. polêmico. Hom./Par.: polêmica (sf.), polêmica (fem. de polêmico).]

Colunas anteriores:

22 comentários:

  1. Se há controvérsia, há polêmica.
    Se consultarmos as etimologias são diferentes, porque a palavra “polêmica” tem a sua origem no grego “POLEMIKOS”, ‘agressivo, beligerante’, de “POLEMOS”, que por sua vez significa ‘guerra’.

    Para mim polêmica é uma luta de ofensas pessoais.
    Controvérsia uma diferença de atitudes.
    fui...

    ResponderExcluir
  2. Eu acho...e apenas acho, que apesar de serem consideradas sinônimos nos dicionários, há uma diferença. Controvérsia, a palavra já da o significado. Versões contrárias. Já a polemica, esta se instala quando nenhuma versão sai vencedora. Como aqui nestes comentários!
    Paizote

    ResponderExcluir
  3. Ex; Polemica ; há uma controvérsia !
    Em algumas regiões usa-se o português europeu , polémica em outras polêmica.
    Pode haver controvérsia mas não haverá polêmica ,polémica ,polemica!

    EX; Tentem corrigir este texto com o Flip corretor on-line ,(https://www.flip.pt/FLiP-On-line/Corrector-ortografico-e-sintactico ) ,nas diversas opções da língua que este oferece.
    Há controvérsias ,porém, não polêmica...polémica...polemica !

    Paizote

    ResponderExcluir
  4. Embora a utilização dos dois vocábulos para o mesmo significado seja corriqueira, existe diferença, sim, de sentido e de significado, entre os dois.

    ResponderExcluir
  5. Rochinha e Paizote,
    O que acontece aqui

    Varig/Aerus: continuando o debate...

    é controvérsia, polêmica, ou nem uma coisa nem outra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Jim,
      Nem controvérsia, nem polêmica:
      Cito um texto:
      A Intuição é mais forte que a Razão
      Devemos sempre dominar a nossa impressão perante o que é presente e intuitivo. Tal impressão, comparada ao mero pensamento e ao mero conhecimento, é incomparavelmente mais forte; não devido à sua matéria e ao seu conteúdo, amiúde bastante limitados, mas à sua forma, ou seja, à sua clareza e ao seu imediatismo, que penetram na mente e perturbam a sua tranquilidade ou atrapalham os seus propósitos. Pois o que é presente e intuitivo, enquanto facilmente apreensível pelo olhar, faz efeito sempre de um só golpe e com todo o seu vigor.

      "Ao contrário, pensamentos e razões requerem tempo e tranquilidade para serem meditados parte por parte, logo, não se pode tê-los a todo o momento e integralmente diante de nós. Em virtude disso, deve-se notar que a visão de uma coisa agradável, à qual renunciamos pela ponderação, ainda nos atrai. Do mesmo modo, somos feridos por um juízo cuja inteira incompetência conhecemos; somos irritados por uma ofensa de carácter reconhecidamente desprezível; e, do mesmo modo, dez razões contra a existência de um perigo caem por terra perante a falsa aparência da sua presença real, e assim por diante.
      Em tudo se faz valer a irracionalidade originária do nosso ser."

      Dentro desse meu pensamento de não discutir "MERDAS", PODES NOTAR QUE SAÍ DO TÓPICO.
      Deixo aqui um estudo de "COMO VENCER UM DEBATE, SEM POLÊMICA, SEM CONTROVÉRSIA E PRINCIPALMENTE SEM TER RAZÃO NENHUMA.

      O texto está em RDF do microsoft word.
      http://abdet.com.br/site/wp-content/uploads/2015/01/Como-Vencer-Um-Debate-Sem-Precisar-Ter-Raz%C3%A3o.pdf
      EU SOU ATEU, a controvérsia é do religioso e da fé.
      A POLÊMICA VEM SEMPRE DO FANÁTICO.
      FUI...


      Excluir
    2. Li o texto recomendado. Achei-o confuso, para a minha compreensão.
      Obrigado!

      Excluir
    3. O texto de Schopenhauer é a mais pura filosofia do debate.
      Cada um dos 38 itens, tem suas origens e designações filosóficas.
      8) ENCOLERIZAR O ADVERSÁRIO: Encolerizar o adversário, pois ele não será capaz de se raciocinar corretamente. E o tratando com insolência, desprezo.
      A tática número 8 é a mais usada no mundo, inclusive pela mídia.

      Excluir
    4. Acho que a número 12 também é bastante usada pela mídia, quer dizer, pelos redatores e jornalistas militantes de esquerda:
      12) MANIPULAÇÃO SEMÂNTICA: Discurso como metáfora e metáfora que mais favoreça a nossa tese. Na Espanha os dois partidos políticos serviles e liberales. O nome "protestantes" como evangélicos. O nome hereges, foi escolhido pelos católicos. Transformação pelo adversário e nós = subversão; a primeira ordem constituída e na Segunda, regime opressor. O que uma pessoa chamasse de culto, devoção, o adversário diria: crendice, fanatismo, fazendo juízo analítico. Um diz: O clero; o outro: Os padres; Fervor religioso/ fanatismo; Caso amoroso/ Adultério, etc...

      Excluir
    5. Eu acrescentaria outra, da qual faço uso quando estou de bem comigo mesmo!
      Quem esta tranquilo com sua verdade, não precisa entrar em polêmica, mesmo que não consiga evitar a controvérsia.
      Se a polêmica se instala vc ja perdeu o debate!
      Saia vencedor deixando o opositor pensar que é mais inteligente, o que por si só já é um sinal de ignorância.
      Ninguém no mundo sabe tudo , admita que o debate chegou num impasse e saia vencedor!
      Mas como eu disse, eu só consigo estando de bem comigo mesmo.

      Permanecerá a controvérsia mas evita-se a polêmica!

      Paizote

      Excluir
    6. Dizem grandes historiadores que sempre haverão 3 verdades.:
      A minha,
      A sua, e a de quem viveu.
      Muitas vezes dizemos verdades que nos foram contadas.
      Por exemplo:
      No Brasil existem pessoas que nasceram em 1964 e se dizem "torturados da ditadura " que acabou em 1982.
      Existem pessoas que ganharam aposentadorias enormes e indenizações do governo depois de 1988, por perseguição política, sem nunca terem sido torturados.
      As verdades que conheço são as que vivi.
      Num debate não existe impasse, fugiu perdeu, mesmo com razão absoluta.

      Excluir
    7. Um debate em que não há impasse , é igual a uma batalha onde os oponentes constatando que as forças se equivalem ,insiste em prosseguir.
      Ambos os exércitos serão massacrados , e uma retirada estratégica para repor forças pode ser uma boa estratégia .
      Ou uma vitória! Preservando-se para novas batalhas!
      Paizote

      Excluir
    8. Opiniões contrariadas não resultam em impasse.
      Ninguém pode dar exemplo de impasse corretamente.
      Impasse não é saber quem nasceu primeiro, se o ovo ou a ave.
      Se responderem o ovo cria-se um paradoxo.
      Para mim só existiria um impasse em qualquer situação.
      "DEADLOCK"
      Um conjunto de entidades de processamento está em situação
      de IMPASSE se cada entidade pertencente ao conjunto está
      bloqueada esperando por um recurso que somente
      outra entidade no mesmo pode liberar.
      IMPASSE NÃO SÃO RESPOSTAS PARA PERGUNTAS EM UM DEBATE.
      São imediatas necessidades pessoais ou sociais que só outro pode me dar.
      Cito o exemplo do AERUS versus Vara de falências, é um impasse que só outros órgãos podem resolver, e os debates, as controvérsias ou polêmicas que temos não podem resolver.
      Por mais que publiquemos tudo que soubermos ou leiamos tudo que nos ofertarem, ele não será resolvido.
      Não se pode resolver um IMPASSE entre partes sem que uma delas ceda, daí existir um terceiro necessário, no nosso caso, a justiça.
      Por isso classifico o nosso problema como desacordo.
      todos desacordos exigem uma terceira entidade decisória.
      Um dos jogos que prefiro que é o XADREZ, só existe o empate de comum acordo, jamais terá um impasse.
      De todo eu abandono o impasse aqui entre nós, sem precisarmos do JIM como recurso.
      fui


      Excluir
    9. Abandonaste sem ser derrotado, foi instigante o debate e restou empatado...Se vc concordar?
      Do contrário, tudo bem ! Cedo a vez!
      Valeu, e sempre se tira algo de proveitoso, obrigado!
      Imaginem minha audácia, debater Schoppenhauer...é muito para o meu "caminhãozinho"!
      E se me permite , não existe mais impasse entre o Aerus e a vara de falência , estes já chegaram a um acordo.
      O problema é convencer aos demais atores que a solução serve à todos!
      Abraços Fraternos!
      Paizote

      Excluir
  6. Tai uma coisa que eu devia saber responder com facilidade, mas confesso que não sei!
    Se me fosse dado arriscar eu diria que o citado "Varig/Aerus: continuando o debate..." é o que o nome diz. Um debate!
    Mas com muita polêmica e controvérsia.
    Ou seria o contrário?
    É que para ousar fazer uma definição ,que erradique toda e qualquer dúvida ,me falta erudição!
    Sobre isto não há polêmica! Ou seria controvérsia???
    Na dúvida sou... Muito antes pelo contrário!

    ResponderExcluir
  7. Liguei( Ou seria watsapei?) para uma de minhas filhas, que leciona português e inglês em Maryland.
    A resposta que ela me deu foi que o significado pode ser o mesmo, dependendo do contexto.
    Ah tá! Então...quer dizer que...????
    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu considero este tópico um debate interessante.
      Na controvérsia temos um opinião em contrário, que também "pode ser verdadeira".
      Se temos 2 opiniões contrárias que podem ser verdadeiras é o famoso "viceversa" Quando fazemos silogismo.
      - Toda a arte rara é muito cara.
      - As artes baratas são raras.
      - As artes baratas são caras?
      Eu analiso, que no caso AERUS, há muitos sofismas, ora para o bem de cá, ora para o bem de lá, ou seria que o bem de lá é o mal de cá e viceversa ou controvérsia?
      Vou mudar o contexto sobre a polêmica e a controvérsia para "DESACORDO".
      Desacordos são incontáveis: seja na filosofia, na política, na moral, na religião e na justiça, entre alguns ponderáveis.
      Alguns são fáceis, os difíceis causam a controvérsia, são até epistêmicos.
      O problema se resume em racional e irracional.
      Temos de fugir do ceticismo de PIRRO e pedir a anulação do novo juízo.
      O desacordo presente no ceticismo pirrônico, pois de acordo com o argumento pirrônico, se existe um desacordo insolúvel sobre os excluídos, então devemos suspender o juízo sobre eles.
      Eu creio que o acordo feito entre a VARIG e o AERUS foi racional na época, aceito até por beligerante credores.
      E que a proposição de novo acordo hoje é irracional, perante as dificuldades passadas e as que sobrevieram.
      No caso AERUS não há novo contexto, há o problema monetário e os olhos gordos, além de irracionais pensamentos para atravancar o direito de uns poucos sofredores.
      Os aposentados depositaram seus projetos de vida em premissas verdadeiras, os que teriam ficado a trabalhar em conjecturas pessoais.
      A possibilidade dos aposentados morrerem é um fator preponderante, os que ficaram empregados tinham fictícios projetos recompensatórios.
      Minha opinião não é pessoal é a racional.
      Houve desacordo jurídico. a controvérsia é irracional.
      A nossas leis é que são uma BOSTA.

      Excluir
  8. Eu diria, sobre o excelente comentário do Rocha , sem polêmica de minha parte, mas com controvérsias, que discordo num ponto.
    Onde diz que ;"E que a proposição de novo acordo hoje é irracional, perante as dificuldades passadas e as que sobrevieram." .
    E onde diz que "No caso AERUS não há novo contexto,..," há um novo contexto , o do direito reconhecido!
    É necessário um novo acordo!
    Considere que não estamos mais discutindo o direito do Aerus sobre as verbas da DT.
    Para mim este assunto este pacificado.
    O que agora estamos discutindo , e querendo acordo , é sobre o formato do pagamento e a redução do tempo de espera.
    Sabemos que o Aerus já peticionou, inclusive com a sugestão legal, de pagamentos através de precatórios.
    Mas para que tenhamos chances de receber ,temos que abrir negociação para um acordo neste sentido,
    Não está m ais em discussão o direito do Aerus (nosso!) sobre esta verba!

    PS;E para consumo pessoal a dúvida sobre controvérsia e polêmica, também esta pacificada. A controvérsia precede a polêmica , e a polêmica não pode prescindir da controvérsia. Sem a primeira a segunda inexiste! E ambas são saudáveis num debate, quando usadas no correto contexto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AGRADEÇO, mas não sugeri é a suspensão de qualquer outra ação jurídica sobre o tema.

      "Temos de fugir do ceticismo de PIRRO e pedir a anulação do novo juízo."
      Quanto ao acordo de pagamento "É um novo acordo, uma nova proposta, nada a ver com a decisão sobre a defasagem tarifária e seus destinos.
      É um acordo sobre como ser pago e receber."
      Que por sinal haverão discordantes."
      Eu só quero receber.
      Aliás o governo poderia ficar com meu saldo, pagar num acordo meus atrasados e ficar remunerando, seria saudável, justo e garantido.
      Vejamos que dêem tudo ao AERUS, escolheremos dirigentes, votaremos em algum filho duma **** e seremos roubados novamente, o povo esquece...
      fui...

      Excluir
  9. Acrescentei no corpo do post as definições dessas duas palavras constantes nos dicionários Houaiss e Caldas Aulete.
    Pois eu continuarei escrevendo-as com sentidos diferentes.
    Basicamente, CONTROVÉRSIA, como algo que recebe VÁRIAS opiniões/percepções: POLÊMICA, como algo que recebe os mesmos aportes da controvérsia, acrescentados de opiniões francamente sem nexo - só para tumultuar -, ironias, ofensas e insultos.

    ResponderExcluir
  10. P.S.: Outras opiniões são muito bem-vindas. Obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Controvérsia e polêmica são palavras que podem ser consideradas quase como sinônimas. Controvérsia é quando eu digo que este objeto é de pedra e o meu contestador diz que é de pau. Já polêmica é quando aparece um novo debatedor e diz: -Não é de pedra nem de pau; este objeto é de ferro!
    Almir Papalardo.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-