quarta-feira, 9 de maio de 2018

'A Hora do Faro', o meu programa favorito. Ou melhor, a minha hora favorita

Programa “A Hora do Faro” (Alegria, ritmo e emoções fortes é o que o carismático Rodrigo Faro oferece todos os domingos aos telespectadores. Num cenário colorido e atrativo, e com uma banda em estúdio, o programa apresenta divertidas e vibrantes rubricas.)

Não sei a que horas começa, sei que é aos domingos de tarde.  (Agora sei, depois de ir em busca de uma imagem para ilustrar o post.) Na Record Internacional passa à noite desse mesmo domingo, eu sempre ligo na “Hora da Virada” (Em destaque, a surpreendente Hora da Virada, que ajuda pessoas batalhadoras e corajosas, mas que vivem situações difíceis, a resolverem os seus problemas.)

Sim, concordo com o adjetivo “carismático” aposto em Faro. Que diferença com o cara da TV Globo, começando pelo tom de voz. O da Globo – não assisto há muitos anos, mas o tom, com certeza, não mudou – é sobranceiro, hipócrita.
E sim, é um programa para a FAMÍLIA.

E é sempre uma choradeira, de minha parte. Desta vez, foi por causa desta linda menininha.


Não só neste como em todos os programas a que assisti, nem uma vez, nem uminha, crítica a governos, à sociedade (essa coisa opressora), ao capitalismo, à vizinha e, pasmem! nem uma crítica ao presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump!

Um comentário:

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-