quarta-feira, 9 de maio de 2018

[Língua Portuguesa] Intransigente e Radical: qual a diferença?

Estas duas palavras vêm sendo escritas indiscriminadamente como se sinônimos fossem, desde o primeiro século d.C.. Mas significam estados de espírito e  intenções diferentes.
Qual a diferença?


Colunas anteriores:

4 comentários:

  1. Esta eu sei!
    Intransigente;
    que ou aquele que não transige, que não faz concessão; inflexível.
    Já radical nada tem há ver com intransigente,pois etimologicamente vem de raiz , e hoje se usa até como gíria.

    ResponderExcluir
  2. No Houaiss:

    Intransigente:
    adjetivo de dois gêneros e substantivo de dois gêneros
    que ou aquele que não transige, que não faz concessão; inflexível, intolerante;
    que ou aquele que se caracteriza pela austeridade, pela rigidez na observância de seus princípios

    Radical:
    adjetivo de dois gêneros
    relativo ou pertencente à raiz ou à origem; original
    que parte ou provém da raiz

    Derivação: sentido figurado.
    relativo ou relacionado com o fundamento, a origem; fundamental, básico
    que existe intrinsecamente num indivíduo ou coisa
    caracterizado por um sensível afastamento do que é tradicional ou usual; extremado

    Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
    brusco; violento; difícil

    No Caldas Aulete:

    Intransigente:
    1. Que não transige, que não faz nenhuma concessão; INTOLERANTE
    2. Austero, severo.

    Radical:
    1. Ref. a raiz.
    2. Ref. à base, ao fundamento, à origem de qualquer coisa; FUNDAMENTAL
    3. Fig. Que não é moderado; que é drástico, total (dieta radical; mudanças radicais).
    4. Fig. Que é rígido, extremado em suas opiniões ou posições.

    ResponderExcluir
  3. No meu entendimento, hábito antigo, a diferença está em que o RADICAL, pode ser convencido por argumentos sérios do contrário ao que ele preconiza ou acredita.
    Já o INTRANSIGENTE, jamais se dará por vencido – por argumentos, sublinhe-se – , portanto, persistirá na sua crença, por burrice ou tacitismo.
    Por isso, rotular um Intransigente de Radical é equivocado.
    Por exemplo, este escriba é radicalmente contra Lula da Silva, porque ainda não foi convencido pela narrativa oligárquica que este senhor tenha ajudado, beneficiado o Brasil e, por extensão, os brasileiros.

    ResponderExcluir
  4. EU sou radicalmente contra o socialismo, consequentemente intransigente com políticas sociais sobrestando políticas públicas.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-