quarta-feira, 3 de outubro de 2018

As «notícias» sobre Trump

Rui A.

Todos os dias, mas todos os Santos Dias, temos «notícias» que nos demonstram a «perfídia», a «maldade congénita», a «desonestidade», a «idiotice» e a «perversidade» de Donald Trump.

Experimentem fazer um zaping pelos jornais online (comprá-los é um gasto cada vez mais desnecessário) e nunca encontrarão, na mesma edição, menos do que duas, três «notícias» simultâneas que revelam a monstruosidade do presidente dos EUA.


Só hoje ficámos a saber que «fugiu aos impostos» (quem não que atire a primeira pedra…), debochou de uma mulher, enquanto ontem éramos «informados» de que o «mundo» se tinha rido dele, na sua cara, na mesma sessão da ONU em que respeitosamente escutara esses dois ícones da sobriedade intelectual que são António Guterres e Marcelo Rebelo de Sousa.

Entretanto, por lá, pela terra onde o homem tem responsabilidades políticas, as sondagens dão-lhe uma popularidade em crescendo. Como é possível?! Mistério! Como pode um sujeito destes, que o brilhante opinador lusitano médio já há muito topou, enganar os seus concidadãos?

Será que os norte-americanos dos EUA, analfabetos como são, desconhecedores de onde Portugal se situa no mapa da Europa e, mais grave ainda, ignorantes do que sejam o Vinho Verde e o Alvarinho, não conseguem perceber as evidências sobre Donald Trump, que a CNN e outros órgãos de comunicação também lhes servem em doses cavalares?

Provavelmente é isso que se passa, e que nunca por cá ocorreria, entre nós, os lusitanos, que sabemos quase tudo sobre o universo em geral e o mundo em particular.

O facto é que, salvo opinião mais escorreita, enquanto os mandarins do Partido Democrático não perceberem que a única hipótese de vencerem Donald Trump é arranjarem alguém melhor do que ele, vão continuar a perder terreno. E nós, para mal dos nossos muitos pecados, continuar a ler «notícias» sobre as maldades do presidente.
Título e Texto: Rui A., Blasfémias, 3-10-2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-