sábado, 13 de outubro de 2018

Pode alguém pensar: Fátima sim, mas “Milagre do Sol”, jamais?

Leo Danielle

Fotografia original feita no momento do milagre do sol
As três crianças (Lúcia, Jacinta e Francisco) haviam relatado que na aparição de 13 de julho de 1917, Nossa Senhora tinha-lhes prometido um milagre na Cova da Iria, “Em outubro farei um milagre para que todos acreditem”.

De fato, no dia 13 de outubro de 1917, diante de 70.000 pessoas, inclusive jornalistas, transcorreu o grande prodígio sobrenatural que até hoje a ciência nunca pôde explicá-lo ou desmenti-lo. Um milagre presenciado não por alguns, mas por setenta mil pessoas!

Alguns preconceituosos afirmaram que não se tratava do sol mas de um disco em proporções solares, semelhante à lua. Disse-se ser observável significativamente menos brilhante do que o normal, acompanhado de luzes multicoloridas, que se refletiam na paisagem, nas pessoas e nas nuvens circunvizinhas.

Foi relatado que o astro-rei moveu-se em ziguezagues, assustando aqueles que o presenciaram, muitos que pensaram ser o fim do mundo. Muitas testemunhas relataram que as roupas previamente molhadas pela chuva que antecedeu o milagre do sol ficaram completamente secas num curto intervalo de tempo e também relataram curas de doentes.

De acordo com relatórios das testemunhas, o Milagre do Sol durou aproximadamente 10 minutos. Os três pastorinhos de Fátima relataram terem observado na aparição Jesus, Nossa Senhora da Conceição e São José abençoando a multidão.

Repito: nada menos que 70.000 portugueses testemunharam o fenômeno miraculoso. Ou o braço de Deus se encurtou, ou Ele caso queira pode realizar muitos milagres na proporção ou ainda maiores que o Milagre do Sol.

Ocorrido exatamente 101 anos atrás, foi um sinal e uma promessa dos grandes milagres que ainda se realizarão, como o castigo da humanidade pecadora, a conversão e o advento do reinado do Imaculado Coração de Maria.
Título, Imagens e Texto: Leo Danielle, ABIM, 13-10-2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-