terça-feira, 26 de setembro de 2017

Manifestação ‘pacífica’ contra... racismo

A música de fundo é o Hino Nacional Americano! Sim, é!

Mas o ‘atleta’ estava se manifestando 'pacificamente' contra o racismo, alegou ele. Podia ser contra bonecas Barbie de olhos azuis, podia ser contra a desigualdade numérica entre veados azuis e amarelos, existem mais amarelos do que azuis! Podia ser contra...

Que nada! É contra o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, branco, louro, olhos azuis (?), casado com uma linda mulher, e Conservador até à medula!

Gozado, não sei explicar porquê, até porque nunca vivi nos EUA, mas  olho para Trump e vejo nele um americano de gema (nada a ver com a tez), e nesse ‘atleta’ aí vejo o RACISMO borbulhando, que me agride. Aliás, esses não se declaram afrodescendentes, antes de declarar, sob tortura, que são “american citizens”??

Eu não aguento mais ver negros, só negros, nos EUA e por aí, gritarem contra o racismo! Quer dizer, a prática do racismo SÓ é praticada por pessoas brancas!

Racistas e perigosos e traiçoeiros, são esses que se queixam de ‘racismo’, porque sabem muito bem até que ponto chegou a covardia de cidadãos de bem! Covardia alimentada pela formatação, desde o século passado, de ‘famosos’ intelectuais, todos eles, mais para cá ou mais para lá, militantes e simpatizantes do comunismo da ex-URSS e da Albânia do democrata Enver Hoxha: desde Jean- Paul Sartre.

Relacionados:

4 comentários:

  1. Deixa acrescentar: se um negro esfaqueia um branco, sai como violência urbana, e nada de entrevistas com a família do esfaqueado!

    Se um negro esfaqueia outro negro, ih! só pesquisando na Torre do Tombo.

    Mas se um branco (mesmo sendo miserável) encosta uma faca num negro, Ai! Meu Deus! Racismo! Racismo!

    ResponderExcluir
  2. A sociedade medíocre não premia mais os que sacrificam suas vidas no ensino e nas ciências, mas sim habilidades.
    A mídia valoriza "ubber models", esportistas, artistas e a minimalidade.
    Hoje acusam-nos no Brasil de ressarcir índio e negros descendentes de escravos. Meus avós vieram migrando para cá, onde os índios e os negros já eram escravos.
    Deviam debitar essa conta aos portugueses.
    Porém o processo é minimalizar
    Somos nós os intolerantes racistas.
    Quando vejo 2 caras de qualquer cor vindo em minha direção troco de calçada, se for 2 negros vão me chamar de racista.
    Eu maximizo o que vai acontecer, eles minimalizam apenas a minha atitude.
    Em qualquer periferia aqui no Rio Grande do Sul há mais brancos do que negros. Óbvio que na Bahia é o inverso.
    Ontem mataram 2 branquelos cerca de 2 quadras de minha casa.
    Provavelmente foi outros branquelos.
    Pegaram uma gangue de roubo de carros 19 presos, tinha apenas um negro.
    A famigerada esquerda diz que o negro é a parte máxima do pecado social.
    Venham para o Rio Grande do Sul.
    Prosaicamente escrevendo, não querendo ser dono da razão, ninguém fala do racismo étnico na África, mas vivem relembrando os judeus.
    Ninguém fala do racismo indiano.
    Também não falam que Israel retirou vários judeus negros do continente africano.
    Os Estados Unidos são na realidade 52 países, com etnias e costumes diferentes.Vai ser difícil encontra negros cantando country em Nashville. Seriam Nashville e a música country racistas?
    Minhas vozes femininas favoritas eram Dione, Tina e Toni Braxton.
    As masculinas Frank, Neil Diamond e Gart Brooks.
    Seria eu racista?
    fui...
    P.S. Ajoelhar-se nunca.

    ResponderExcluir
  3. NACIONALISTAS EUROPEUS: RETIREM AS PALAS DE BURRO QUE TÊM ENFIADAS NA CABEÇA!
    .
    ---»»» Reconheçam que o problema é global: QUALQUER POVO AUTÓCTONE do planeta que queira ter o SEU espaço no planeta, que queira sobreviver pacatamente no planeta, que queira prosperar ao SEU RITMO... corre sérios risco de levar com um genocídio em cima!
    Um exemplo: em pleno século XXI tribos da Amazónia têm estado a ser massacradas por madeireiros, garimpeiros, fazendeiros com o intuito de lhes roubarem as terras... muitas das quais para serem vendidas posteriormente a multinacionais (uma obs: é imenso o património no Brasil que tem estado a ser vendido à alta finança).
    .
    .
    É NECESSÁRIO MOBILIZAR RESISTENTES AUTÓCTONES DO PLANETA PARA O SEPARATISMO!
    (manifesto em divulgação, ajuda a divulgar)
    .
    .
    UM PROBLEMA GLOBAL -» mercenários (ao serviço da alta finança), aspirantes (a donos-disto-tudo) e penduras (lambe-botas) estão repletos de hitlerianismo: não suportam a existência de outros!
    [nota: nazi não é ser alto e louro, blá, blá... mas sim, a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros]
    .
    .
    Os MERCENÁRIOS ao serviço da alta finança (capital global) trabalham para a eliminação de fronteiras: a alta finança ambiciona terraplanar as Identidades, dividir/dissolver as Nações para reinar...
    .
    Os mercenários gostam de evocar (como se tal fosse o único valor existente no planeta) que o SEPARATISMO vai provocar problemas económicos.
    Na sua cegueira anti-Trump (tocou no tema-tabu -» fronteiras), os mercenários chegaram ao ponto de andar a evocar a imigração para a América... quer dizer, ao mesmo tempo que eles andam por aí a acusar povos de deixarem 'pegada ecológica' no planeta, em simultâneo, os mercenários revelam um COMPLETO DESPREZO pelo holocausto massivo cometido sobre povos nativos na América do Norte, na América do Sul, na Austrália, que (apesar de serem economicamente pouco rentáveis) tiveram o «desplante»... de quererem ter o seu espaço no planeta, de quererem sobreviver pacatamente no planeta, de quererem prosperar ao seu ritmo.
    .
    .
    ASPIRANTES: pessoal dotado de uma elevada taxa demográfica... ambiciona/aspira ser dono-disto-tudo.
    .
    .
    PENDURAS: na Europa existem muitas comunidades nativas penduras -» não trabalham para a sustentabilidade da sociedade (média de 2.1 filhos por mulher)... penduram-se na boa produção demográfica de outros!
    [e mais, os penduras ao mesmo tempo que são contra a repressão dos Direitos das mulheres, em simultâneo, são uns lambe-botas da boa produção demográfica daqueles que tratam as mulheres como 'úteros ambulantes' - exemplo: islâmicos]
    {Os penduras são uns lambe-botas dos aspirantes a donos-disto-tudo e da alta finança}
    .
    .
    .
    ---»»» Todos Diferentes, Todos Iguais... ou seja, todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta -» inclusive as de rendimento demográfico mais baixo, inclusive as economicamente menos rentáveis.
    -» Os 'globalization-lovers', UE-lovers e afins, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
    ---» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/.
    .
    Nota: Os Separatistas-50-50 não são fundamentalistas: leia-se, para os separatistas-50-50 devem ser considerados nativos todas as pessoas que valorizam mais a sua condição 'nativo', do que a sua condição 'globalization-lover'.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-