sábado, 30 de setembro de 2017

[Para que servem as borboletas?] Futuro distante e negro...

Valdemar Habitzreuter

Muito ruim esta ansiedade coletiva por dias melhores para nosso país. O ano restante do governo Temer – caso não caia antes - nos angustia, parece não ter fim por conta de ser um governo transitório e, principalmente, por conta da podridão que envolve o presidente e, praticamente, todo o staff governamental. Há governo, mas não se governa; o que se tem é uma disputa de poder: o governo lutando para não ser derrubado frente às investidas do Ministério Público e oposição que querem a cabeça de Temer pelos crimes praticados no exercício do cargo.

A economia parece dar sinais de recuperação, mas não por crédito do governo, antes pela desvinculação e alienação dos graves problemas políticos que engessam a governança, e pautando-se pelo autogerenciamento ao ver um governo supérfluo e atrapalhador da atividade econômica como um todo, ao se dedicar exclusivamente à luta para se sustentar no poder.

A sociedade tem fome de um futuro promissor, mas vê-se amarrada quase que num presente estático em que impera toda a sorte de impedimentos para vislumbrar dias melhores. A sensação é de que o tempo não passa e as próximas eleições gerais a uma distância eterna quando teremos a oportunidade de alijar os bandidos do cenário político...

O quê? O que estou a dizer? Alijar? Quem dera! A maioria dos votos de nossa população não se vinculará a uma limpeza e renovação parlamentar e sim à conservação desse estado de coisa caótico em que estamos, haja vista, como exemplo, o índice de favoritismo da candidatura Lula a presidente. Isto é, prefere-se rimar o verbo alijar com mijar, mijar nas feridas abertas que a atual política ensejou e esperar que se curem. Triste sina dessa população!

Ademais, que renovação poder-se-ia esperar se nossos partidos políticos não são partidos, mas associações criminosas onde a maioria dos associados está aí para se beneficiar do nosso dinheiro? Que intenção terá um candidato neófito ao se vincular a um desses partidos aí vigentes? Participar também da festa com nosso dinheiro? Portanto, como e em quem votar?
É, caro leitor, não será fácil tirar o país do atoleiro! Não vejo solução a curto e médio prazo.... Vislumbro, por ora, um futuro distante e negro...
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 30-9-2017

Colunas anteriores:

9 comentários:

  1. Caro Habitz, te digo que ruim é a Ansiedade da definição de nossas Aposentadorias, este é o futuro que me preocupa. O Brasil, deixo para os meus Filhos e Netos, este já esta definido. Temos o governo que escolhemos! E pelo jeito assim continuará sendo. Tirar a "Corja" que lá está, não é mais tarefa para nós. Idoso precisa preocupar-se com suas Alegrias, Aposentadoria e sua Saúde!
    Sei Habitz que és sabedor disto. Um Abraço,
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho uma certeza.
    Já que o governo é culpado, se a DT não vier para o AERUS com certeza a antecipação de tutela vai continuar até um acordo. Quem viver verá.
    fui,,,

    ResponderExcluir
  3. É... Tem uma pendência no TRF1, a ser concluída, e segundo a 1ª Estância, os Atrasados deverão ser pagos, corrigidos pela Selic em montantes individuais.
    Eu não abro mão destes valores, pois foram anos IRREPARÁVEIS, que passei, e é MEU Direito!
    Agora há quem Recorrer! Este é o Problema! Estamos na mão da Justiça do Homem!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o momento para nos manifestarmos!
      Mas pergunto, A Quem?

      Excluir
    2. Amigo Volkart, me permita..
      Na minha modesta opinião , vejo uma possibilidade , e manifesto a mesma há 6 anos,exaustivamente.
      Todos os que se auto elegeram "representantes ", formarem uma frente e entrarem no Aerus ,(consultei o liquidante e ele concordaria!) , pressionarem o Aerus e a Previc a agilizar.
      .
      Usando de sua penetração junto ao governo , para cobrar diuturnamente . Quanto a antecipação de tutela , mesmo o liquidante esta inseguro quanto a ela (manifestou isto em depoimento a CPI da alerg, explicitamente )
      Então , é a hora de ação, nos bastidores , sem egocentrismo
      Desculpe se me torno, pedante e repetitivo...é que eu sei onde doi em mim.
      Paizote

      Excluir
    3. O caminho natural para recorrer seria constituir um advogado que você vai pagar, é obvio e que vai pedir procuração para ter acesso ao AERUS, aos Autos, decisões, despachos, súmulas, etc. e ainda vai precisar "pegar carona" em relação as ações em andamento. Para evitar todo esse trabalho, se o beneficiário for associado, deve procurar a APRUS que já tem o conhecimento dos processos e toda a estrutura jurídica montada. Outra opção (que não recomendo) seria procurar o meio sindical e dar uma procuração para representarem em seu nome! Abraço a todos.
      Alberto José

      Excluir
    4. Alberto Jose
      Sorry. mas...

      Tuas sugestões já se provaram ineficazes neste longo "imbróglio”.
      Senão vejamos;
      Constituir advogado, além da razão básica, que a grande maioria de nós não tem recursos. A outra razão é que, nenhum juiz permitiria o ingresso nesta altura. Senão... eu seria reprerentado por familiar.
      No caso da DT, negaram inclusive para a Fentac, mesmo como assistente.
      E se o interesse fosse somente junto ao Aerus, a opção seria infrutífera, pois o Aerus esta enfraquecido, sem ação proativa.
      A razão é que o liquidante esta tolhido , e foi lembrado que a única função que lçhe cabe é a de liquidar a instituição.
      Pegar carona. Já foi feito pelo falecido Dr. Castagna Maia, que pegou "carona" na ação da AAPT.
      Graças a esta "carona" é que temos a tutela.
      A Aprus, além de só poder representar associados, só pode representar junto ao Aerus, e tem deficiência de estrutura e recursos financeiros.
      Conhecimento de todo o processo, alguns de nós tem hoje, o que nenhum advogado jamais terá.
      E apenas mais um apenas para representar juridicamente... já atuam nesta (na última vez que contei!) 32 advogados.
      Alguns sem o mínimo conhecimento da causa, e apenas "voando em volta”,esperando uma fatia.
      Meio sindical... Obrigado! Dispenso!
      Então só me resta, apelar para que se unam ao Aerus, fortalecendo o liquidante, e a entidade para poder "brigar" sem dano pessoal à pessoa física do mesmo.
      E aí novamente(Ufa´´!!) eu apelo a todas as entidades que formem grupo coeso... blá ...blá...bla.
      Tem gente demais atuando, e sem direção definida ou sendo gerido pelo ego.
      A solução, á meu ver, passa pela discussão (o que estamos fazendo aqui!) e pressionar as entidades... todas... inclusive a Previc, para que saiam do estado passivo e fortaleçam o Aerus , cobrando movimentações claras ,definidas e no bem de todos.

      Outra opção é rezar!

      PS; Perguntaram-me porque eu sempre me desculpo ao emitir opinião. A razão é que faço isto desde o tempo do Orkut (12 anos ?) e já me tornei um chato ,por não desistir, e por achar que estou vendo um (o único?) caminho.
      Abraços fraternos!

      Paizote

      Excluir
  4. Ah! Esqueci a CPI...Esta só teria sentido se buscasse punir o s agentes do governo da época e seus fantoches , que agiram contra a Varig.
    Alguns lucraram,financeiramente com isto.
    A CPI anterior chegou perto , mas quando viram o "bicho" recuaram.
    No mais ela só tem interesse paqra os políticos que visam eleição no proximo ano.
    Paizote

    ResponderExcluir
  5. É, a tensão aumenta, a preocupação também, já nem me refiro a ansiedade.
    Creio que temos sim, nos unirmos em prol do Aerus, a Aprus pode mais do que pensamos, também junto ao Aerus, e pressionarmos a Previc, e se tiver que ser liquidado o Fundo, que nos paguem o que temos direito e pronto!
    Ou criem uma maneira, dentro da previdência e tornem a Tutela definitiva, quanto aos atrasados podemos fazer um Acordo!
    Penso como vc Paizote!
    Porém as forças estranhas, que são muitas, é o que me preocupa, e o quanto este liquidante do Aerus fará para beneficiar os Aposentados!
    Vamos em frente!
    Não podemos perder as esperanças!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-