domingo, 20 de março de 2016

Conversa para tolos

Rui A.

Ter um país governado por gatunos e ladrões é chato. Quando esses ladrões e gatunos foram eleitos com o voto da «generosidade» esquerdista, as coisas ficam ainda pior. Por isso, a «narrativa» oficial sobre a queda de Lula na tentação e no crime é a de que, apesar de isso ser lamentável, ele deixou uma apreciável herança social e reformista no Brasil, e tirou muitos milhões de seres humanos da miséria (vd., por exemplo, esse magnífico exemplo de indigência mental que é o programa O Eixo do Mal). Com esta conversa para tolos, Lula sai branqueado e a esquerda não perde esse capital de «sucesso» do lulismo. O problema é que nada disto corresponde à verdade e a herança económica e social do lulismo foi ainda mais nociva do que os seus muitos actos de corrupção.

Na verdade, os governos do PT, ao longo de mais de treze anos que levam, não fizeram uma única reforma social, política ou económica digna desse nome. A reforma fiscal ficou na gaveta, a reforma trabalhista ficou na gaveta, a reforma do sistema político ficou na gaveta, o país continua fechado ao exterior, as empresas continuam afundadas em burocracia e corrupção. Não foi feita uma única obra de infraestruturas de dimensão: o tgv não saiu do papel, as rodovias continuam na mesma, os portos afundam-se em estruturas antiquadas, os aeroportos tiveram a cara lavada por causa da Copa, mas pouco mais. Quanto aos apoios sociais directos (Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, etc.), foram migalhas, se comparados com os infinitos milhões roubados ao povo, e funcionaram exclusivamente sob a lógica da compra de votos, ou, como se diz no Brasil político, para se consolidarem os «currais eleitorais» (sim, no Brasil estes políticos tratam os seus eleitores como gado…). E quanto ao «milagre económico» do lulismo, ele está aí bem à vista de todos, com a falência do Brasil em todos os índices económicos relevantes.

O crescimento económico que, de facto, aconteceu por quase uma década, ficou a dever-se à estabilização monetária trazida pelo Plano Real, contra o qual Lula e o PT estiveram até chegarem ao poder, pelo bom senso de Palocci, que impediu que se mexesse no que estava bem, e pelos empresários que criaram riqueza e postos de trabalho, sobretudo nas grandes cidades, aproveitando essa estabilização monetária. O que o PT e Lula fizeram, de facto, com competência inaudita, foi mesmo roubar. Isso fizeram bem feito. 
Título, Imagem e Texto: Rui A., Blasfémias, 20-3-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-