segunda-feira, 21 de março de 2016

O problema de Juca Kfouri

Luciano Henrique

Juca Kfouri escreveu um pequeno post, “O problema de Lula”. Vejamos o nível da mendacidade:

A Casa Civil não resolveu. E o maior problema de Lula não é o sítio em Atibaia. Nem o triplex no Guarujá. Que ele garante não serem dele. Nem mesmo o estádio do Corinthians. Seu maior problema é ter achado que ganhou a Casa-Grande. Ilusão. A Casa-Grande sempre planejou devolvê-lo à Senzala.

É impressionante como em tão poucas palavras ele consegue embutir tantos truques sujos.

Para começar ele quer dizer que as provas contra Lula não são problema. Ora, se for assim, Juca, as provas contra Collor eram um problema? E as provas contra Berlusconi, eram um problema? Ele precisa decididamente definir um critério para dizer quando as provas valem e quando elas não valem. Aliás, pensando bem, Juca Kfouri é conhecido por ter alegado que Aécio Neves bateu na esposa. Fez isso sem ter apresentado prova alguma, bem ao contrário do que acontece com Lula, quando elas aparecem em abundante quantidade.

O segundo truque é dizer que Lula é rejeitado por ter sido um “pobre que foi conviver com os milionários”.

A técnica é das mais tradicionais que os marxistas aprenderam a repetir, mas ela se esboroa quando vemos, por exemplo, a história de Silvio Santos, que de uma infância pobre se tornou um milionário. Bilionário, aliás. Por que ele não foi rejeitado? Simples: por que não está envolvido em escândalos de corrupção até o pescoço.

Não adianta se fingir de sonso, Juca: os problemas de Lula não têm a ver com sua infância pobre. Têm a ver, dentre outras coisas, com o acúmulo de provas de corrupção contra ele. Esperneie o quanto quiser que esses fatos não podem ser varridos para debaixo do tapete.

O problema de Juca está em sua imoralidade bizarra, incapaz de ver os fatos como eles são a título de proteção de um governo podre. 
Título e Texto: Luciano Henriques, Ceticismo Político, 21-3-2016

Um comentário:

  1. Muito bem Luciano Henrique!!!!

    H Volkart

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-