terça-feira, 28 de março de 2017

Amazon tenta “cutucar” gestão Doria, mas ele responde e a empresa fica em situação chata

Implicante


A Amazon, uma das maiores corporações do mundo, achou que seria uma boa ideia alfinetar a gestão de João Doria, falando justamente do Cidade Linda. E ele respondeu à altura, com foco na melhoria da cidade, colocando a bilionária companhia em situação complicada. Vejam a seguir, e já voltamos com nossa análise desse tiro no pé:


MAIS UMA VÍTIMA DO “MARKETING DO LACRE”
A prática não é rara, embora frequentemente dê errado: alguma marca cai no conto do publicitário esquerdista e resolve dar uma “lacrada”, pois garantiram que seria um sucesso. O que se vê depois é o repúdio de um lado, no geral majoritário, sem conquistar o outro.

Ideologizar uma empresa é sempre mau negócio, mas é ainda pior quando o ataque é contra algo apoiado pela maioria. E a Amazon resolveu cair nessa.

Em primeiro lugar, é no mínimo arriscado bater de frente com uma gestão aprovada pela maioria, que vive verdadeira lua-de-mel com os cidadãos. Mas é ainda mais inacreditável fazer esse ataque usando o programa mais aplaudido, que é o Cidade Linda.

NOVENTA E SETE POR CENTO DOS PAULISTANOS são contra pichações. Tirando a meia dúzia de esquerdistas alçados à condição de “especialistas”, a grande massa é totalmente contrária.

Bom, então o pessoal mais alternativo pode gostar, certo? Não tanto. Essa turma é entusiasta das pequenas livrarias, do “livrinho de papel” e demais situações alternativas. Não é uma ação desse tipo que trará a simpatia da rapaziada esquerdista a uma corporação que concorre com livrarias menores.

Pode até dar certo, quem sabe, mas isso acontecerá sob custo alto: a antipatia da grande maioria.

E tudo isso, vale lembrar, enquanto várias outras empresas, muitas delas imensas como a Amazon, tornam-se parceiras da cidade, doando produtos ou serviços e melhorando espaços públicos.

Péssima estratégia. Fica mais uma vez provado que o esquerdista não trabalha para a empresa, mas sim para o próprio esquerdismo.

No fim das contas, o tiro saiu pela culatra: João Doria aproveitou o episódio para propor algo melhor para a cidade. Agora, ou a companhia cede – e ele sai como vitorioso -, ou ela ignora e assume de vez o papel de “vilã”. Agradeçam ao marqueteiro.
Título e Texto: Implicante, 28-3-2017

4 comentários:

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-