sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Zé Ricardo promete Vasco aguerrido no Clássico dos Milhões

Carlos Gregório Júnior

O Vasco da Gama fechou nesta sexta-feira (27/10) sua preparação para a partida contra o Flamengo, válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. A comissão técnica aproveitou a manhã de trabalho para aprimorar detalhes táticos e testar opções para o decorrer do Clássico dos Milhões. O Gigante da Colina não terá à sua disposição o zagueiro Breno, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Coritiba.

Zé Ricardo durante treinamento na Colina, foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Responsável direto pela evolução cruzmaltina na competição nacional, o técnico Zé Ricardo revelou em entrevista coletiva que a expectativa para o jogo contra o Rubro-Negro é a melhor possível. O comandante, entretanto, lembrou da qualidade do elenco do Flamengo e afirmou que o Almirante precisa estar concentrado ao longo dos 90 minutos para sair de campo com os três pontos.

- A expectativa é muito boa. O jogo deve se desenrolar de uma forma onde as equipes irão lutar bastante. Acredito que será um jogo bastante físico. Logicamente teremos que estar 100% atentos em todos os momentos, pois o Flamengo possui um elenco muito forte, irá dar trabalho com qualquer formação que entrar em campo. Acredito que se nós tivermos um nível alto de concentração, poderemos sair com um bom resultado, uma vitória. Esse é sem dúvida o grande objetivo nosso - disse o técnico.

Invicto há seis jogos, o Gigante da Colina atravessa o seu melhor momento dentro do Campeonato Brasileiro. Caso derrote o rival neste sábado (28), às 19 horas, o Vasco encerrará a rodada na almejada zona de classificação para a Taça Libertadores da América de 2018. Ao ser questionado sobre a possibilidade, Zé Ricardo garantiu que não faltará garra ao Cruzmaltino no Clássico dos Milhões.

- Chegamos nesse clássico motivados, com a expectativa de fazer uma grande partida. A gente sabe que precisamos ser daqui para frente um Vasco aguerrido, organizado, que vai lutar por todas as bolas em todos os momentos da partida. O nosso torcedor pode ter certeza que isso não vai faltar. O comprometimento de todos com a instituição é muito grande. Vamos procurar duelar, no bom sentido, com a equipe do Flamengo, tentando potencializar o que temos de bom e diminuir as qualidades do adversário. Se nós conseguirmos estar concentrados e sermos competentes, temos tudo para conquistar um bom resultado, pois temos conhecimento e habilidade para vencer - afirmou o comandante. 
Título, Imagem e Texto: Carlos Gregório Júnior, Vasco da Gama, São Januário, Rio de Janeiro, 27-10-2017

8 comentários:

  1. Quando no RIO ,sou Flamengo!
    Paizote

    ResponderExcluir
  2. Flamengo e Vasco jogam mal e empatam sem gols
    Foi um clássico de muita luta e pouca bola. Em uma partida de pouquíssima inspiração de lado e lado, Flamengo e Vasco empataram em 0 a 0 na noite deste sábado, no Maracanã, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

    O Flamengo chegou a 47 pontos, ainda na sétima posição. O Vasco, com 44, é o oitavo.

    Em um Maracanã com um público muito abaixo do merecido para o 'Clássico dos Milhões' - menos de 25 mil torcedores -, os jogadores também não fizeram uma partida à altura da tradição do confronto. O Flamengo tinha mais iniciativa, mas sofria para superar a forte marcação do Vasco, que parecia mais à vontade sem a bola do que com ela.

    Após um começo de muitas faltas e chutes sem perigo de fora da área, o Flamengo conseguiu sua melhor chance aos 24 minutos. Ramon falhou no meio, Everton disparou pela direita e cruzou para o meio da área. Lucas Paquetá apareceu na marca do pênalti e perdeu uma oportunidade clara, chutando à direita da trave.

    Seis minutos depois foi a vez de Pará aproveitar o amplo espaço que havia no lado esquerdo da defesa do Vasco e cruzar para Everton Ribeiro, de primeira, chutar com perigo.

    O Vasco pouco ameaçou na frente. Na melhor jogada, aos 36, Andrés Rios deu belo passe de calcanhar para Madson, que entrou na área e foi travado por Rhodolfo na hora do chute.

    - Podemos ter mais intensidade, buscar mais o jogo para sair com a vitória que a gente precisa - disse Nenê na saída para o intervalo.

    - Temos que caprichar na última bola e no chute para chegar ao gol. Eles estão se fechando bem na frente da zaga - analisou Éverton Ribeiro.

    O segundo tempo começou mais quente, e um pouco mais aberto. Aos poucos os ataques foram encontrando espaços. Aos 10, Trauco chutou para a primeira defesa de Martín Silva no jogo.

    Pouco depois, o Vasco teve sua melhor chance em um lance que pode ser considerado um bom retrato do nível do clássico. Rios ajeitou mal e Nenê chutou pior ainda. A bola sairia sem perigo algum, mas bateu no peito de Juan e explodiu na trave.

    Rueda resolveu mexer no Flamengo aos 22, trocando Everton e o apagado Lucas Paquetá por Vinicius Júnior e Felipe Vizeu. O Flamengo era mais presente no campo de ataque, e aos 27 Willian Arão soltou, de longe, uma bomba que tinha endereço certo. Martín Silva espalmou para escanteio. Na cobrança, Juan ganhou pelo alto e desviou de cabeça. A bola saiu raspando a trave.

    O Flamengo cresceu na partida e passou a pressionar. Zé Ricardo respondeu trocando Yago Pikachu e Andrés Rios por Gilberto e Caio Monteiro. Pouco depois, Nenê saiu para a entrada de Manga Escobar. O Vasco, porém, recuou demais e escapou de sofrer o gol aos 36. Vinicius Júnior cruzou da esquerda e Felipe Vizeu apareceu completamente livre diante de Martín Silva, mas cabeceou fraco, nas mãos do goleiro uruguaio.

    Aos 39, Ramon se machucou sozinho e deixou o gramado na maca, chorando. O Vasco já havia feito as três substituições e ficou com um a menos em campo. O Flamengo se jogou ao ataque e quase marcou com Diego, em lance em que Madson salvou. No fim, o 0 a 0 ficou um placar de bom tamanho para o que os dois times (não) fizeram.
    Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo-vasco-jogam-mal-empatam-sem-gols-22006538.html

    ResponderExcluir
  3. Existe algum clube de futebol brasileiro que NÃO seja patrocinado pela estatal Caixa Econômica Federal??

    ResponderExcluir
  4. PATROCINADOS

    ABC
    América MG
    Atlético Goianiense
    Atlético Mineiro
    Atlético Paranaense
    Avaí
    Bahia
    Botafogo
    Brasil de Pelotas
    Ceará
    Coritiba
    CRB
    Criciúma
    Cruzeiro
    Figueirense
    Flamengo
    Goiás
    Londrina
    Clube Náutico Capibaribe
    Paysandu
    Ponte Preta
    Santos
    Sport
    Vasco
    Vila Nova
    Vitória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Rochinha.
      Não lhe parece anormal uma empresa estatal patrocinar/dar dinheiro a meio Brasil de chuteiras?

      Excluir
    2. Empresas estatais brasileiras possuem MONOPÓLIO.
      Não deveriam patrocinar nada, nem fazer propagandas milionárias.
      Em 2003 a Petrobrás patrocinou até time argentino o Racing, alem de patrocinar Fórmula 1 e stock car.
      Infelizmente a PROPAGANDA É PROVEDORA das maiores lavagens de dinheiro no mundo.
      Imagine quanto custaria uma Coca-cola sem a mídia, creio que centavos o litro.
      O patrocínio dos clubes acima é lavagem de dinheiro.
      Na NFL não existe patrocínio privado porque os clubes são empresas.
      O Barcelona FC, somente aderiu ao patrocínio em 2010, foi punido com 2 anos sem contratar por lavagem monetária.
      A contratação do Neymar é alvo de investigação.
      Não sou contra patrocinar ONGs, sou contra dinheiro público nelas.
      O Brasil possui mais de 300 mil delas, não tem prestação de contas e são livres de impostos.
      Recebem dinheiro sujo e apoiam os governos presenciais.
      Cerca de 50000 são religiosas e outro tanto de movimentos sociais.
      EXEMPLO:
      A Repórter Brasil é uma organização não-governamental brasileira fundada em 2001 por um grupo de jornalistas, cientistas sociais e educadores, especializada em comunicação e projetos sociais. Tem como objetivo fomentar a reflexão e ação sobre situações de injustiça e flagrante desrespeito aos direitos humanos e direitos ambientais.
      Desenvolve trabalhos em quatro eixos: jornalismo social, comunicação e educação, combate à escravidão e o monitoramento dos impactos da produção de biocombustíveis.
      FUI...

      Excluir
    3. DEVÍAMOS TER UMA ONG DOS PENSIONISTAS DO AERUS.

      Excluir
    4. A Repórter Brasil é mais uma disseminadora marxista fundada e coordenada por ninguém menos do que Leonardo Sakamoto...

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-