terça-feira, 24 de maio de 2016

Sinais exteriores de riqueza

João Miranda



Segundo o Público, os sinais exteriores de riqueza do Colégio de Santa Maria de Lamas terão sido um dos motivos que levaram o ministério da educação a reduzir o número de turmas do colégio. E que sinais exteriores de riqueza são esses? A administração retira dinheiro para comprar Ferraris? Chove nas instalações mas a administração tem gastos sumptuosos em noteis de 5 estrelas? Nada disso.

Os sinais exteriores de riqueza são as instalações que a escola proporciona aos alunos. Instalações que foram construídas ao longo de 25 anos. Durante esses 25 anos a escola recebeu o mesmo que uma escola pública semelhante receberia. Só que, pelos vistos, geriu melhor o que recebeu.

Não só presta melhores serviços de educação como conseguiu construir instalações com salas multimédia, laboratórios, salas de informática, laboratório de fotografia, piscina olímpica e campos de squash.

Durante esses mesmos 25 anos, uma escola pública da mesma dimensão conseguiu, recebendo o mesmo, manter 10 horários zero. Conhecem alguma escola pública com piscina? Nope. Mas os professores com horário zero tiveram estes anos todos muito tempo para ir à piscina. Não se pode ter tudo. 
Título, Imagem e Texto: João Miranda, Blasfémias, 24-5-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-