quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Sou solidário com o carioca/fluminense que teve um familiar MORTO por assassinos que roubam

É o que vem acontecendo no Rio de Janeiro há muitos anos. Sim, há muitos anos que não existem mais roubos no Rio de Janeiro, mas sim, assaltos à mão armada. Isto é, todo o bandido carioca/fluminense assalta com a intenção de MATAR. E muitas vezes mata, mesmo quando a vítima já entregou a merda do celular, a carteira com 30 reais...

(Já li algumas afirmações comparando, querendo aliviar, a bandidagem do Rio com a bandidagem de Londres e Lisboa... Nesta última cidade existem sim, carteiristas, “especializados” em furtar carteiras... Também acontecem assaltos a bancos, a joalherias... Mas, dezenas de mortes, por bala, facada ou navalhada, DIARIAMENTE, por causa de uma bicicleta, uma merda de celular, uma carteira de 30 reais... como acontece no Rio de Janeiro, NÃO!)

A população honesta, que é a maioria, mas, infelizmente, silenciosa, é a FAVOR da intervenção federal, militar, neoliberalista, como quiserem chamar, e tem a esperança de recuperar o mínimo de sossego e tranquilidade.

Julgo atroz e asqueroso a campanha dos mesmos de sempre contra essa intervenção usando os mais variados ‘argumentos’. Tudo falácias e sofismas. Essa gente não se compadece com pobres, nem com vítimas de bandidos. Aliás, essa gente não se compadece com nada, nem ninguém. A morte de uma criança, para essa canalhada, pode servir de trincheira e dar azo a dezenas de aparições na TVs vociferando contra uma iniciativa governamental, SOMENTE quando o governo não é da mesma cor política desses indignados profissionais.

Oxalá o Exército Brasileiro possa prender/eliminar MUITOS bandidos que ensombram o Rio de Janeiro, no mínimo, o DOBRO do número de vítimas que já causaram.

PS: O sargento militar, infelizmente mais um morto, não tem a ver com a Força Militar interventora no Rio. Ao contrário do que a mídia, sutilmente, quer fazer acreditar: ele teria sido a primeira baixa do Exército em funções no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-