quinta-feira, 17 de setembro de 2020

O Lado Oculto Do Império: grupo Globo é delatado à Justiça por sonegações e fraudes desde os anos 90

Jornal da Record

A delação premiada de Dario Messer, réu na operação Lava Jato, revelou uma ligação suspeita entre o "doleiro dos doleiros" e a família Marinho: um esquema clandestino de repasses semanais de dinheiro vivo, que poderia ultrapassar R$ 1 milhão. Essa não foi a primeira vez que os donos do grupo Globo foram delatados à Justiça. 

Doleiros especializados em fraudar o sistema financeiro foram escolhidos pelos Marinho para sonegar impostos e manter a fortuna longe das autoridades. 

No famoso escândalo do Banestado, nos anos 90, documentos do Ministério Público Federal revelaram que empresas dos herdeiros da rede Globo teriam enviado ilegalmente R$ 1,6 bilhão ao exterior. Assista à primeira reportagem da série O Lado Oculto Do Império:


O Lado Oculto Do Império: O envolvimento da Globo na corrupção do futebol

Empresas em paraísos fiscais e manobras para enganar a Receita Federal: o grupo Globo usa de todos os artifícios para não pagar uma fortuna em impostos. Nesta segunda reportagem, vamos mostrar a relação da Globo com a corrupção no futebol e como o grupo se favorece com isso. Assista à segunda reportagem da série O Lado Oculto do Império:
   

O Lado Oculto Do Império: Globo fez pacto com Sérgio Cabral para garantir transmissão das Olimpíadas

Confissões inéditas do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, contadas à Polícia Federal, revelam que o grupo Globo sabia do esquema criminoso de compra de votos envolvendo o estado e o Comitê Olímpico Internacional - para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos jogos de 2016. 

Se aproveitando da relação próxima com Cabral, os executivos da Globo fizeram um pacto: assegurar, a qualquer custo, a compra exclusiva dos direitos da Olímpiada. O medo era perder, mais uma vez, o direito de transmissão para a concorrência. Assista à integra da terceira reportagem da série O Lado Oculto do Império:

Títulos, Vídeos e Texto: Jornal da Record

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-