sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Polícia prende suspeitos de furtar estátuas em praças do Rio

Ação aconteceu na madrugada desta quinta-feira. Houve troca de tiros. Dois homens foram detidos e outros dois fugiram 

Larissa Ventura 

Dois suspeitos de furtar estátuas e outros materiais, em sua maioria feitos de bronze, em praças do Rio foram presos por policiais da 6ª DP, Cidade Nova. A ação aconteceu na madrugada desta quinta-feira (24/9), no Centro da cidade. 

No local, foram encontrados quatro homens praticando o furto na praça, que estava fechada no momento da ação. Houve troca de tiros entre os suspeitos e os agentes. Dois homens foram detidos e outros dois fugiram, sendo que um deles foi em direção ao Morro da Providência. 

Segundo o delegado Túlio Pelosi, titular da 6ª DP, os objetos furtados têm valor histórico, sendo a maioria de bronze. De acordo com as investigações, os suspeitos agiam durante a madrugada, mediante a arrombamentos dos locais para a prática criminosa. 

Na operação desta madrugada, foram apreendidos uma estátua, uma cabeça, uma plana e um canhão, todos de bronze. Estes foram: a cabeça de Rosária Trotta, mãe de Frederico Trotta, militar e político brasileiro; a estátua de uma criança em homenagem a Álvaro Dias, professor da Igreja Presbiteriana; um canhão original utilizado na Guerra do Paraguai; e uma placa em bronze. 

Estátua de uma criança em homenagem a Álvaro Dias, foto: Divulgação/Polícia Civil

Os suspeitos utilizavam uma kombi para o transporte do material furtado. Segundo o delegado, os objetos seriam levados para um ferro velho, próximo ao Morro da Providência. 

Título e Texto: Larissa Ventura, Diário do Rio, 25-9-2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-