quinta-feira, 10 de março de 2016

Urubu de Passeata: não seja essa pessoa

Sério, não seja.

Implicante

Toda vez – exatamente toda vez! – acontece a mesma coisa: muitos empolgados com uma nova manifestação contra o governo, a militância pró-Dilma desesperada e tentando arrumar algum tipo de contratempo ou explicação negativa, e também o “urubu de passeata”. Nunca falha.

Este último, todos conhecemos, é aquela pessoa aparentemente contrária ao governo, mas que sempre faz pouco, tira sarro ou insiste em dizer que manifestação “não dá em nada”. E aí, em vez de sair para as ruas, fica postando coisas nas redes sociais (afinal, isso sim é super eficiente, claro…).

Um apelo: não seja essa pessoa. Não seja o “urubu de passeata”.


Já está MAIS do que provado que, sim, dá certo. Os políticos ficam em pânico à medida que mais e mais pessoas ocupam as ruas. Parlamentares temem votar qualquer coisa em favor do governo e a própria Dilma acaba precisando fazer um de seus pronunciamentos (sempre desastrados) depois de alguma “reunião de emergência” (sempre contraproducente).

Não se muda um país de uma hora para a outra e, sim, manifestações não têm o efeito imediato/automático de alterar toda a estrutura política assim num passe de mágica. Mas, também sim, elas ajudam a mudar e, de uns anos para cá, já mudaram muito. Por isso, devem continuar.

E, também por isso, devemos evitar esse comportamento urubuzístico. Se você é mesmo contra o governo, vá para a rua domingo. Não custa nada, será divertido, e de quebra você ainda ajuda a melhorar o Brasil.

Não é hora de fuçar picuinhas, atiçar desavenças ou coisa do tipo. O momento pede união e força, já que o outro lado também se une.

Enfim, vamos todos pra rua! Ela é nossa! 
Título, Imagem e Texto: Implicante, 10-3-2016

3 comentários:

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-