sábado, 15 de abril de 2017

A aviação mudou... para pior!

Alberto José


A Varig desembarcava empregado da empresa para colocar passageiro no seu lugar; a United arrasta o passageiro para fora para colocar empregado no seu lugar!

O médico David Dao, 69 anos, foi arrastado pelo piso do avião e jogado na viatura de segurança.

Isso aconteceu no Aeroporto Internacional O'Hare, em Chicago onde agentes arrogantes e estúpidos arrastaram o passageiro e lhe causaram ferimentos.

Aliás, todo agente de segurança dos EUA é arrogante e estúpido. Para eles, todo passageiro é terrorista em potencial!

O presidente da United, Oscar Munõz, fez um pouso de barriga com a sua tripulação. 
Título e Texto (e Marcação): Alberto José, 14-4-2017

3 comentários:

  1. ERA véspera de ANO NOVO.
    O JUMBO PP-VNA FAZIA O VOO 100 DO RIO PARA POA.
    Lotado até o talo.
    Como não havia primeira classe na época o upper deck estaria vazio.
    O comandante era o meu querido amigo de noitadas na Boite Madrigal, situada na Farrapos em Porto Alegre, reduto oficial do diretor de operação apelidado "reizinho" e do comandante ARAUJO.
    Passamos muitas noites juntos.
    Pois bem, Araujo colocou 32 pessoas entre extras com passe particular e GCs naquele cubículo.
    fui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Rochinha, o upper deck não era um cubículo, era maravilhoso, cubículos eram os toaletes.
      Sempre, quase 100% das vezes, nossos GCs não ficavam no chão, raros casos, nossos Cmtes sempre foram solidários, principalmente se tripulantes, até de 1' Classe voei, como GC, nada a declarar, muito menos a queixar, igual a VARIG, jamais terá.

      Heitor Rudolfo Volkart

      Excluir
  2. Há duas semanas o mundo viu , estarrecido e indignado, a desnecessária violência com que foi tratado o passageiro a bordo da United Airlines, "sorteado" por funcionário ( ou funcionários) daquela empresa aérea para ser retirado de bordo a fim de acomodar tripulante , supostamente em serviço para assumir eventual voo depois que desembarcasse no destino.

    Ainda que dentro de algum regulamento interno para operacionalizar a escala de serviço do referido aeronauta, retirar alguém arrastado pelo corredor da aeronave , puxado por dois seguranças da empresa ( não eram autoridades),culminou em um episódio grotesco e aviltante não somente para o passageiro excluído, mas sobretudo aos olhos das demais pessoas já acomodadas a bordo . A mídia em todo o mundo televisionou a lamentável cena , tendo o passageiro se ferido gravemente no rosto e com muito sangue escorrendo ...
    Evidentemente , a VARIG sempre foi exatamente o oposto do "Customer Service" da United Airlines.

    Certamente o indivíduo molestado, aviltado duramente pelos seguranças daquela empresa entrará ( já o fez) com ação indenizatória/reparatória e com pedido de dados morais junto à UA .
    Oxalá ela perca um polpudo montante ( e perderá...) inclusive com punição a rigor para quem autorizou a infeliz façanha, no sentido de que sirva de exemplo a todos, evitando que tais absurdos se repitam no futuro.
    Embora não se deva generalizar, os norte americanos vivem , não é de hoje, uma "paranoia" no que diz respeito a segurança dos Estados Unidos como um todo; para aquelas autoridades e governo, todos são potencialmente "terroristas" até prova em contrário.
    Viva a Pátria Brasileira !

    Bom dia e grande abraço a todos.

    Sidnei Oliveira

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-