domingo, 10 de setembro de 2017

[Versos de través] A esperança de um aposentado

Almir Papalardo

Se por acaso este soneto
Pelo Congresso fosse ouvido
Podes crer, eu não duvido
Renasceria o nosso alento.

Tendo como sempre a boa intenção
É mais do que certo que nos atenderia
E com mesma igualdade nos abrangeria
Pois somos iguais a qualquer cidadão.

O Senado e a Câmara aceitando este comprometimento
Terá sempre nossa presente e futura gratidão
Com muita paz, justiça e merecimento.

Existindo respeito aos nossos constitucionais direitos
Sairemos deste triste e incômodo constrangimento
Passando de amuados a aposentados satisfeitos.

Título e Texto: Almir Papalardo, 10-9-2017

Anteriores:
Deus 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-