segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Revista Época tenta lacrar, mas chama Pabllo Vittar e as drag queens de “reis do carnaval”

Luciano Ayan

Poucos artistas hoje são mais significativos para o esquerdismo moderno do que Pabllo Vittar, que é usado como ícone da guerra de classes entre gays e héteros.

Claro que toda a rivalidade é puramente teatral, mas gera engajamento. No caso de Vittar, está gerando muita grana.

Nessa toada, a Revista Época – que adora o esquerdismo de tons globalistas – lançou a seguinte capa:


Epa, epa…
Isto é um ato falho.
Rodrigo Constantino comenta:

EM QUE PESE A TURMA DO PROJAQUISTÃO CONFUNDIR SUA BOLHA “PROGRESSISTA” COM O MUNDO, VALE NOTAR QUE O PESSOAL DA REVISTA COMEU MOSCA, DORMIU NO PONTO, COMETEU ATO FALHO:

REIS?! ENTÃO RECONHECEM QUE NÃO É “ELA”, MAS SIM ELE? ISSO VAI FAZER A REVISTA DA GLOBO PERDER UNS PONTOS NA MARCHA DAS “MINORIAS OPRIMIDAS”, SEM DÚVIDA…

PS: REI, PARA MIM, É ELVIS, PELÉ, ETC. ESSE AÍ É NO MÁXIMO UM BOBO DA CORTE…

Enfim, uma baita pisada na bola.
É um daqueles momentos divertidos em que os lacradores tentam capitalizar com um teatrinho e se dão mal.
Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 11-2-2018

Um comentário:

  1. O brasil não cresceu. É um menino bobo e idiota. E, por ser assim, gosta de merda. Pablo Vittar é uma merda da pior especie. Carina Bratt. Secretaria.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-