quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Comissão da Alerj vota a favor da continuidade do impeachment de Wilson Witzel

Governador é acusado de corrupção por desvios na Saúde do RJ; Votação definitiva para o afastamento pode ser já na próxima semana

Felipe Lucena 

Na tarde desta quinta-feira, 17/9, a Comissão Especial de Impeachment da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou o prosseguimento do processo de impeachment do governador Wilson Witzel (PSC). O placar final foi de 24 a 0. Um deputado não compareceu por estar com Covid-19. 

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

Com essa decisão, começam as novas fases do processo. O resultado da votação desta quinta será publicado nesta sexta, 18/9, no Diário Oficial do Estado. A partir de segunda-feira (21/9) começa a contar prazo de 48h para o parecer ser inserido na pauta do plenário da Alerj. Passados esses dois dias, o parecer já pode ser votado já na próxima quarta-feira (23). 

Na sequência, a votação em plenário pode durar mais de um dia. Depois da votação em plenário, o texto é publicado em Diário Oficial. Caso o resultado seja pelo impeachment do governador, o Tribunal de Justiça é comunicado para dar início à formação do Tribunal Misto, que será formado por 5 deputados (eleitos pela Alerj) e 5 desembargadores (eleitos por sorteio com critérios definidos pelo TJ). A partir da formação do Tribunal Misto começa uma nova etapa na qual o governador é afastado por até 180 dias enquanto o tribunal analisa a questão. 

Governador é acusado de corrupção por desvios na Saúde do RJ durante a pandemia causada pelo Coronavírus. Aliados e ex-secretários de Witzel foram presos por conta das mesmas denúncias. 

Deputados que votaram SIM pela continuidade do processo: 

·         Chico Machado (PSD)

·         Rodrigo Bacellar (SSD)

·         Alexandre Freitas (Novo)

·         Bebeto (Podemos)

·         Brazão (PL)

·         Carlos Macedo (Republicanos)

·         Dionísio Lins (PP)

·         Dr. Deodalto (DEM)

·         Eliomar Coelho (PSOL)

·         Enfermeira Rejane (PCdoB)

·         Gustavo Schmidt (PLS)

·         Leo Vieira (PSC)

·         Luiz Paulo (PSDB)

·         Márcio Canella (MDB)

·         Marcus Vinicius (PTB)

·         Marina Rocha (MDB)

·         Martha Rocha (PDT)

·         Renan Ferreirinha (PSB)

·         Subtenente Bernardo (PROS)

·         Val Ceasa (Patriota)

·         Valdecy da Saúde (PTC)

·         Waldeck Carneiro (PT)

·         Welberth Rezende (Cidadania)

·         Marcos Abrahão (Avante)

 Ausentes da sessão

·         João Peixoto (DC) – internado com Covid 

Em seu Twitter, Witzel se defendeu dizendo que fará defesa presencial diante das acusações:

Título e Texto: Felipe Lucena, Diário do Rio, 17-9-2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-