quinta-feira, 10 de setembro de 2020

‘Defendi o que era correto’, diz Nise Yamaguchi sobre a hidroxicloroquina

Imunologista é defensora do uso do medicamento em tratamentos contra a covid-19

Anderson Scardoelli

A imunologista e oncologista brasileira Nise Yamaguchi [foto] voltou a defender o uso da hidroxicloroquina em tratamentos de pacientes diagnosticados com covid-19. Ela falou sobre o tema na noite desta quarta-feira, 9, durante entrevista à rádio Jovem Pan.

Foto: Reprodução Jovem Pan
Nise foi uma das primeiras integrantes da comunidade científica do país a propor a utilização da hidroxicloroquina no combate ao vírus chinês. Meses após a pandemia chegar ao Brasil, ela aproveitou para enfatizar que agiu de modo eficaz. “Só defendi o que era correto”, declarou ao participar de Os Pingos nos Isprograma da Jovem Pan que na edição de hoje contou com a participação de Ana Paula Henkel e Guilherme Fiuza, colunistas da Revista Oeste.

Precursora na defesa do remédio no enfrentamento do novo coronavírus, a médica garantiu que, agora, conta com apoio de mais de 10 mil médicos brasileiros.

Suspensão anunciada, mas…

Nise Yamaguchi aproveitou a entrevista para informar que nem chegou a ser afastada de suas atividades no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Em julho, a suspensão dela chegou a ser divulgada pela imprensa. “Continuei atendendo”, garantiu. Assim, ela deu a entender que a direção do hospital voltou atrás do posicionamento que se tornou público.

Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 9-9-2020, 21h06

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-