terça-feira, 14 de junho de 2011

Evolução explica a aversão à cor vermelha

Conforme pesquisadores, tanto macacos como humanos tendem a evitar a cor
Foto: Thinkstock/Veja
Em boa parte do mundo o vermelho sinaliza perigo e atenção. Para um grupo de pesquisadores do Dartmouth College, nos EUA, não há nada de casual nisso: por algum motivo, durante a evolução da espécie humana, aprendemos a evitar a cor vermelha - e a nos sentirmos submissos em sua presença.
Para demonstrar na prática o que acreditam ser uma característica universal, os cientistas submeteram machos de macaco reso – uma espécie que consegue enxergar vermelho, verde e azul - a alguns experimentos e observaram similaridades com o comportamento humano. Como esperavam, os animais também demonstraram tendências a se afastar ou assumir um comportamento submisso na presença do vermelho.
Para chegar a estes resultados, a equipe fez com que um homem e uma mulher entrassem na colônia de macacos de Cayo Santiago, em Porto Rico. Então eles se ajoelharam, colocaram uma bandeja na frente dos macacos e tiraram um pedaço de maçã da mochila - de maneira que os animais de fato soubessem que a fruta estava em suas mãos. Depois, colocaram o alimento sobre a bandeja e se afastaram dois passos para trás.

Resultado: se as roupas dos participantes eram vermelhas, os animais tendiam a pegar a maçã de outras bandejas - independente do sexo da pessoa que estava oferecendo a comida. Contudo, quando a vestimenta era azul ou verde os macacos seguiam diretamente para a maçã.
A equipe acredita que esta aversão ao vermelho reflete uma adaptação evolutiva. A associação da cor a um alimento, por exemplo, poderia indicar que ele não é comestível. "Nós, primatas, somos visuais", explica o neurocientista Jerald D. Kralik, envolvido no estudo.
Efeito vermelho — Se é verdade que o vermelho tende a incitar o sentimento de aversão no mundo natural, o mesmo não pode ser dito das roupas masculinas. Um estudo realizado em agosto de 2010 pela Universidade de Rochester, também nos Estados Unidos, mostrou que roupas avermelhadas são tomadas como um sinal de status, o que tornaria os homens mais desejáveis.
Revista Veja, 08-06-2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-